Segredos da Ceva...

Tipos de copos para cerveja

22 ago

/

2017

É só um copo. Será? Eles foram inventados para podermos mover ou armazenar líquidos, mas dá pra dizer que a cerveja tem bastante “culpa” nessa história.

A gente já testou de tudo durante a história para carregar nossas bebidas favoritas. Desde o couro, chifres de animais, barro, passando pela porcelana, madeira, metal até chegarmos ao vidro, que é o mais comum hoje em dia.

sumerios 1

Um dos primeiros recipientes que se tem conhecimento vem dos Sumérios. Eles armazenavam suas cervejas em vasos de barro. Para tomar nesses recipientes que normalmente era de uso comum, e imagino que evitar engolir umas terrinhas, eles usavam canudos (juncos) feitos de diversos materiais.

sumerios 2

Já na Inglaterra o recipiente mais utilizado para cerveja era uma caneca de madeira conhecida como Tankard. Existia mais gente que copo, então, os frequentadores dos pubs revezavam em turnos para beber a cerveja servida nesta caneca.

Essa prática de compartilhar recipientes de cerveja também foi comum na Alemanha até o século XIX, mas lá os recipientes eram feitos de barro e posteriormente de cerâmica, ao invés de madeira.

ceramica

O próprio couro também já serviu como matéria prima para os recipientes para armazenar líquidos, tradição vinda desde o período neolítico. Na Inglaterra, esses recipientes eram moldados em formas próximas às canecas que conhecemos hoje, e eram chamados de BlackJacks, Jacks e também Bombard.

bombard

Da criação do vidro até a popularidade de hoje, você pode imaginar que não foi do dia pra noite, né? Por ser uma nova tecnologia, pra manusear o material era necessário grande expertise de artesãos.

cavalo

Isso sem falar que era bem caro, por isso era mais comum nas mesas dos mais ricos. O uso se popularizou por volta de 1800, quando as novas técnicas de produção tornaram o vidro um material mais acessível.

vidro romano

Mas é bom lembrar que como ele é basicamente areia fundida, as primeiras evidências de objetos ocos de vidro feitos pelo homem datam de épocas muito remotas. O primeiro registro conhecido da técnica de fabricação de vidro foi encontrado na livraria do rei assírio Ashurbanipal (669–626 a.C), mas também existem evidências da produção no Egito, por volta do século IX a.C e na Mesopotâmia, no século XVI a.C

Por que a gente acabou usando o vidro no fim das contas?
Sem muita enrolação, esse é um material inerte que permite que você veja, cheire e prove sua cerveja sem interferência do recipiente no resultado. Beber num copo de barro (eca), pode alterar drasticamente sua experiência e você ainda perde a linda coloração dentro do copo, por exemplo.

weiss

Anatomia de um copo
Cada um é de um jeito. E nenhum é sem proposito. Diferentes tipos de copo aprimoram a experiência de degustação de uma cerveja. A primeira função de um copo é, claro, reter líquidos. Mas além disso ele deve ser seguro e fácil de segurar. Pode ser até bonito, mas os relevos, reentrâncias, hastes e alças estão aí exatamente pra isso. Especificamente no caso das hastes, muito comuns em cálices, elas funcionam para que você não troque calor com a bebida encostando diretamente no corpo do copo.

boiler

Para aromas a regra é relativamente simples. Copos e taças com bordas e bocas mais largas soltam melhor os aromas, portanto favorecem cervejas perfumadas, cujos aromas estarão presentes desde o momento em que a cerveja foi servida até seu último gole.

Snifter

As taças que possuem bordas e bocas mais estreitas, com formas abauladas, retém os aromas de maneira mais efetiva, guardando dentro do próprio copo, o que facilita percebê-los. Além disso, seu formato dá suporte para a formação de espuma, que por si só já é um excelente retentor de aromas.

lager-glass

————————

Tipos de copos e suas funcionalidades:

tipos

Goblet, Cálice
Modelo indicado para cervejas aromáticas, especialmente para as trapistas e de abadia. Seu corpo é arredondado e sua borda larga permite que os aromas da cerveja apareçam, assim como auxilia na manutenção da espuma. Também possui haste, evitando troca de calor entre as mãos e a cerveja. Perfeito para Belgian IPA, Berliner Weisse ou Dubbel e Tripel.

Lager / Pilsen
Sua forma cônica proporciona suporte para a formação e manutenção da espuma e sua pequena base auxilia na manutenção da temperatura sem que haja troca de calor entre as mãos e a cerveja. Perfeito para German Pilsener, Czech Pilsener, Standard American lager.

Mug (canega), Seidel ou Stein
Recipientes volumosos muito associados com cervejas leves. Possuem hastes, o que facilita a degustação e transporte. E como normalmente tem espessura grossa, pode ficar tranquilo e brindar à vontade. Perfeita para Munich Helles, English Porter ou Oktoberfest.

Pint / English Pint / Nonick / Shaker
Produção barata, serve grandes porções e é fácil de estocar. Pint significa uma medida, que na Inglaterra corresponde a 568 ml e nos EUA a 473 ml. O English Pint tem uma estrutura mais abaulada. O Nonick segue a estrutura reta de um Pint, porém pouco antes de sua borda há uma leve curvatura para um melhor encaixe das mãos, evitando que o copo escorregue com facilidade. Já o Shaker possui esse nome pois originalmente era utilizado junto com um copo de metal para preparação de coquetéis. Perfeito para IPA, Stout e American Brown Ale.

Snifter
Sua forma bojuda facilita a oxigenação da cerveja ao rodar a taça nas mãos para liberar os aromas e sua boca estreita os retém no interior da taça. Possui uma haste curta, e um bom encaixe nas mãos, o que permite a troca de calor entre as mãos e a cerveja, uma vez que os estilos ideais para serem servidos requerem temperaturas mais elevadas. Perfeito para Barleywine e Russian Imperial Stout.

Stange
Sua borda estreita auxilia na retenção dos aromas da cerveja, na formação e manutenção da espuma. Normalmente possui capacidade para 200 ml e seu nome pode ser traduzido como bastão ou vara. Vai muito bem com Kölsch, Altbier e Bock.

Tulipa
É considerado uma taça coringa, podendo ser utilizada na degustação de diversos estilos. Seu corpo arredondado se assemelha ao do Snifter, o que o torna ideal para retenção dos aromas, porém sua borda se estende para fora, formando um encaixe mais confortável para a boca. Use com Saison, Bière de Garde e Belgian Stron Ale.

Weizen
Foi projetado especificamente para cervejas do estilo Weissbier, que possuem elevada carbonatação e formação de espuma. O ideal é que ele consiga suportar todo o volume da cerveja na garrafa, com espaço para a formação de uma espuma generosa. Sua borda côncava auxilia na retenção da espuma e por ser larga permite que a cerveja exiba todos os seus aromas. Como é de se imaginar, use com Hefeweizen, Weizenbock e Dunkelweizen

_________

Para já fazer bonito na próxima degustação, conheça os copos, taças e canecas do nosso site!

Taça Le Trou du Diable Taça Buxton Taça Budapest M Cristal Taça Baden Baden Bock Copo Tumbler WBeer Copo Erdinger Copo Erdinger 130 anosCopo Le Trou du Diable Pint

E pra quem gostou ou já é fã do assunto, a gente criou uma camisa pra você mostrar pra todo mundo o quanto você curte cerveja boa!

sanot graal

Malte sua Dúvida


Se você tem uma dúvida, é questionador ou quer saber ainda mais sobre cervejas, é só mandar que a gente responde!

Os campos marcados com um * são requeridos

Diz aí!


Se não tiver ninguém pra dividir a minha cerveja vai ser:

Loading ... Loading ...
Bebo Melhor Bebo Melhor

A WBeer.com.br é um site e clube de cervejas que tem o objetivo de tornar seu momento ainda melhor, entregando pra você os melhores rótulos do mundo.

Contatos

beer@beer.com.br

(27) 3202-2601

SE BEBER, NÃO DIRIJA, APRECIE COM MODERAÇÃO, A VENDA DE BEBIDAS ALCOÓLICAS É PROIBIDA PARA MENORES DE 18 ANOS.