Espumantes | Clube Wine | Wine.com.br

Esta seleção traz um fantástico espumante da Laborie, vinícola da Cidade do Cabo com mais de 300 anos de história – é uma das mais antigas fazendas de vinho da África do Sul, com reconhecida tradição na produção de excelentes rótulos, o que inclui, claro, seus espumantes.

O Laborie Le Traditionnel Brut, nossa escolha do mês, foi elaborado pelo Méthode Cap Classique, um método de fazer espumante que cria uma segunda fermentação na própria garrafa. Original de Champagne, na França, onde é conhecido por Champenoise e gera o espumante mais famoso do mundo, esse método foi replicado na África do Sul, mas o CIVC, órgão controlador da região francesa, se opôs à utilização do nome “Champenoise” fora de lá. Isso obrigou os produtores do Cabo a buscarem uma alternativa.

De acordo com a CCPA (Cap Classique Producers Association), em 1992, o termo Cap Classique passou a ser usado para designar esse método de elaboração no país. O nome veio da seguinte história: a arte clássica da vinificação foi introduzida no Cabo pelos huguenotes (protestantes) franceses, lá pela segunda metade do século XVI, e o primeiro espumante produzido na região com esse método foi batizado de Kaapse Vonkel, ou Cabe Sparkle.

Mas, mais importante que o dado histórico, é a certeza de que, independentemente do nome que se dê, esse método gera espumantes de altíssima qualidade. Quer testar? É só abrir sua garrafa desta seleção. Saúde!

Experiências Espumantes

Exemplares feitos para você celebrar a vida e brindar todos os seus momentos.
R$ 134/mês

Explore os rótulos do mês de Outubro

Sommelier Wine | Clube Wine | Wine.com.br
“Em uma das minhas viagens para a África do Sul, eu provei no avião um espumante sul-africano que gostei muito. Vi que quem o produzia era o Laborie, um produtor que eu já conhecia, mas que ainda não tinha tido a oportunidade de visitar. Aproveitei a passagem pelo país para fechar para os nossos Sócios um exemplar elaborado pelo Méthode Cap Classique, que é o método tradicional da Cidade do Cabo, o mesmo utilizado para elaborar os champagnes.”
- Vicente Jorge, WineHunter

Confira o seu exemplar do mês:

Continue Explorando