O sul da França e os vinhos de corte | Descobertas Essenciais | Clube Wine | Wine.com.br

Existem deliciosas maneiras de harmonizar o vinho com um prato, mas também existe uma outra combinação muito utilizada para criar novos sabores: a combinação de diferentes uvas. Em Minervois, 94% dos vinhos produzidos são tintos, em Saint-Chinian 82% e na seleção do mês temos dois encontros diferentes de castas escuras.

Conhecida como corte, ou assemblage, essa fusão consiste em mesclar uvas em determinadas proporções, unindo as principais características de cada variedade e criando rótulos surpreendentes. Uma delas é a GSM, sigla que indica as três uvas tintas que se combinam no corte do vinho Fortant de France Grands Terroirs A.O.C Saint-Chinian 2016: Grenache, Syrah e Mourvèdre. É típico dos vinhos do sul da França (também é muito conhecido na Austrália), que complementam o assemblage com algumas uvas locais.

Essa região possui uma viticultura bem antiga, iniciada pelos romanos há mais de vinte séculos e desde então só evolui. Cuidados no cultivo, redução do rendimento e recurso à tecnologia são alguns dos fatores que estão auxiliando os vinicultores do Sul da França a equiparem seu nível de produção com o que há de melhor no mundo. E, além disso, a adoção de Denominações de Origem Controladas (são 20, ao todo) também foi decisiva para o crescimento da importância dos vinhos espanhóis. O fato é que hoje os rótulos estão alcançando cada vez mais reconhecimento e, na seleção, você vai poder tirar a prova do motivo com o prestigiado corte GSM, um corte que entrega vinhos elegantes, toques de frutos silvestres, especiarias e médio corpo.

Experiênciasurpreendentes

Rótulos do mundo inteiro, com sabores mais complexos para serem explorados.
R$ 124/seleção

Continue Explorando