Abrir Menu Fechar Menu Abrir Campo de Pesquisa Fechar Search
Sommelier Wine

A vez dos vinhos portugueses

03 julho 2015
  • 1187 visualizações
  • 0 comentários

Hoje, no dia em que Portugal comemora o Dia do Vinho, mostramos que esse país se consolida, a cada dia, como um dos grandes expoentes do mundo do vinho.

A região em torno do rio Douro (na foto acima) é um dos lugares que logo nos vem à cabeça quando falamos em vinhos portugueses.

De lá, não saem só os afamados vinhos do Porto. Tintos e brancos, elaborados com uvas nativas, também merecem destaque e estão conquistando, cada vez mais, paladares exigentes mundo afora.

Tanto é assim que o americano Matt Kramer, colunista da respeitada revista Wine Spectator, resolveu até se mudar e acompanhar de perto a produção de vinhos no país. Ao ser questionado sobre o motivo da mudança, a resposta é simples: “Portugal, hoje, pode ser o mais excitante lugar com vinho no planeta. Por isso me mudei para lá.”

Essa afirmação foi publicada, há pouco mais de um ano, pelo próprio Matt em sua coluna. No artigo, ele conta que, antes dessa experiência, os vinhos portugueses, com exceção do vinho do Porto, “pareciam-lhe sem brilho”.

Dica de leitura:  Vinhos tintos até R$ 100

Mas, ao se mudar para a região do Douro, ele percebeu que havia muito mais para conhecer e experimentar, do que imaginava. Matt Kramer descobriu uma enorme variedade de uvas portuguesas e os bons vinhos que elas dão origem.

Não era para menos já que, há alguns anos, os portugueses têm investido em tecnologia, novas técnicas e pessoas para elaborar tintos e brancos que vêm surpreendendo pela alta qualidade e identidade própria.

Para você comprovar isso, aproveitamos o Dia do Vinho em Portugal, e selecionamos alguns rótulos que fazem bonito ao representar o que há de melhor nesse país que respira vinho.

Vinhos portugueses

Quinta da Fronteira Selecção do Enólogo 2011Quinta da Fronteira Selecção do Enólogo 2011 – É um vinho seco, intenso, com bom corpo e frescor e uma ótima opção com pratos mais encorpados.

Julian Reynolds Branco 2013Julian Reynolds Branco 2013 – Rico em sabores e aromas, tem bom corpo, ótimo frescor e final elegante. Produzido 100% com a uva arinto, branca típica de Portugal.

Dica de leitura:  Tipos de espumantes

Morgado de Sta. Catherina DOC Bucelas 2012Morgado de Sta. Catherina DOC Bucelas 2012 – Um branco admirável, potente e saboroso, e com ricos aromas de frutas, especiarias e baunilha.

Artefacto Reserva 2012Artefacto Reserva 2012 – Touriga Nacional, Alicante Bouschet e Aragonez formam o corte deste tinto de estilo moderno, macio e frutado.

Quinta de Pancas Selecção do Enólogo 2012Quinta de Pancas Selecção do Enólogo 2012 – Apresenta deliciosa complexidade aromática, notas de frutas maduras, nuances de defumados e minerais.

Escrito por: Nicole Batista

Sommelière e Bacharel em Química, fez imersão em algumas regiões vitivinícolas da Europa e América do Sul.