Abrir Menu Fechar Menu Abrir Campo de Pesquisa Fechar Search
Curiosidades

Food Trucks apostam em vinhos

14 maio 2015
  • 2752 visualizações
  • 2 comentários

O food truck tornou-se uma febre nos últimos anos. Além das diversas opções de pratos e bebidas, há caminhões desse estilo que têm apostado em vinhos. Confira.

O primeiro caminhão de comida surgiu nos Estados Unidos, em 1872, onde tortas e sanduíches eram vendidos para trabalhadores de fábricas, que precisavam de comida barata e rápida.

Até o começo do ano 2000, as comidas dos food trucks ainda eram tidas como baratas e de qualidade não tão boa. Com a crise econômica de 2008, que levou muitos restaurantes a fecharem suas portas, esse cenário mudou.

Sem opção, alguns chefs investiram na velha modalidade despojada de fazer e vender comida e deram uma repaginada nos food trucks.

No Brasil, o ano de 2014 teve um aumento considerável dos food trucks. E, além das muitas variações gastronômicas que se pode encontrar, há, também, muitas opções de bebidas.

Inclusive, vários food trucks pelo mundo têm apostando em vinhos, tanto para harmonizar com os pratos, quanto para vendê-lo exclusivamente em taças, os chamados wine trucks.

Dica de leitura:  As curiosas adegas submarinas

O Los Mendozitos, por exemplo, é um desses food trucks específicos de vinhos. Eles vendem, exclusivamente, taças de exemplares de Mendoza, na Argentina, na cidade de São Paulo.

Um outro food truck brasileiro, que oferece bons rótulos, é o Vinhotti, em Belo Horizonte. Eles vendem refeições e taças de vinhos para acompanhar os pratos.

A ideia de só vender o vinho em taças, em vez da garrafa, é oferecer diversidade, para que os clientes possam conhecer mais estilos da bebida, ampliando, assim, o paladar.

O ambiente despojado contribui para desmistificar o vinho e democratizar seu consumo, provando que podemos degustar um bom exemplar em quaisquer ocasiões, até nas mais descontraídas, com todos os tipos de refeições para harmonizar.

Escrito por: Bia Miranda

Redatora e revisora da Wine, além de perdidamente apaixonada - e curiosa - pelo mundo do vinho.