Curiosidades

Muito além do safári

11 setembro 2018
  • 299 visualizações
  • 0 comentários

Descubra os encantos de uma das maiores potências do Novo Mundo, a África do Sul.

Conhecida por sua biodiversidade e pela sua grande mistura de povos e culturas, a África do Sul é um destino turístico muito especial. Além de ótimo ponto de partida para se conhecer o continente africano, o país tem destaques que vão além das famosas savanas.

A boa infraestrutura de suas principais cidades, como é o caso da belíssima Cidade do Cabo, de Joanesburgo e de Pretória, é um legado da Copa do Mundo de 2010; uma excelente rede hoteleira, restaurantes incríveis, bons aeroportos e rodovias e uma cultura vitivinícola respeitada mundialmente contrastam com a natureza abundante e a riquíssima vida selvagem do norte do país e ao redor das cidades.

Formam, também, a base de uma nação que não para de evoluir desde que se viu livre do fantasma do Apartheid, no início dos anos 1990, e segue olhando pro futuro.

Dica de leitura:  Lisboa - Roteiros do vinho

É impossível falar da África do Sul sem mencionar a Cidade do Cabo. Capital legislativa do país, mistura em doses ideais cultura cosmopolita, natureza e vida selvagem.

O clima ameno ajuda bastante, e alguns dos passeios imperdíveis incluem a Table Mountain, o Jardim Botânico Nacional de Kirtenbosch, a Boulders Beach e o famoso Cabo da Boa Esperança. Pra quem faz questão de degustar um bom vinho ao longo do percurso, Bo Kaap e Distrito Seis são paradas obrigatórias.

O Parque Nacional Kruger é o destino ideal para os que querem viver a experiência de um safári completo, com infraestrutura de primeira e acesso à fauna e à flora sul-africanas. Já a Rota Jardim é altamente recomendada para os que curtem uma road trip – de Hermanus a Port Elizabeth, essa estrutura viária é a melhor maneira de conhecer o país.

Dica de leitura:  Pinot Noir e Chardonnay: tradição com sofisticação

Relativamente próxima à Cidade do Cabo, a Região dos Vinhos concentra, ao longo de pequenas e aconchegantes cidadezinhas de atmosfera europeia cortadas pelo rio Breede, diversas fazendas, vinícolas e hospedagens 100% voltadas ao enoturismo.

Stellenbosch, Paarl, Franschhoek e Tulbagh estão entre as áreas produtoras que oferecem atrações que vão além dos vinhedos, como, por exemplo, uma experiência gastronômica completa – uma boa pedida, por sinal, já que a região ganhou fama de meca sul-africana da harmonização.

Com passeios para todos os gostos, a África do Sul se mostra um destino bastante diferenciado para quem quer se aprofundar na rica cultura africana, se deslumbrar com sua natureza selvagem e, claro, apreciar bons vinhos direto da fonte.

Escrito por: