Abrir Menu Fechar Menu Abrir Campo de Pesquisa Fechar Search
Harmonização de A a W

Para harmonizar: vinho ou cerveja?

21 Maio 2015
  • 2266 visualizações
  • 1 comentários

Tanto o vinho quanto a cerveja são excelentes para harmonizar com refeições. Preparamos um delicioso cardápio harmonizado que pode ser desfrutado com essas duas bebidas. Confira.

O vinho é, histórica e culturalmente, um excelente acompanhante para as refeições. A tradição de servir um bom exemplar para desfrutar junto com os pratos, em almoços e jantares, perdura por gerações.

Embora o vinho seja a primeira bebida a ser lembrada quando falamos de harmonizações, a cerveja também tem o seu destaque.

Da mesma forma que costumamos fazer com os vinhos, para garantir uma boa harmonização com cervejas, é preciso identificar os ingredientes presentes na receita e as características base da cerveja, combinando-os de uma maneira em que nenhum se sobreponha ao outro.

As harmonizações, a grosso modo, não têm regras absolutas. As dicas para harmonizar são apenas diretrizes que se baseiam em combinações já conhecidas.

Se você quiser, pode deixar sua imaginação fluir à vontade. A preferência pessoal e a criatividade certamente o levarão a novas descobertas na apaixonante área da gastronomia.

Inclusive, há diversos tipos de comidas que combinam tanto com vinhos quanto com cervejas. É uma boa ideia variar entre essas duas bebidas, em dias diferentes, para a mesma receita, e descobrir o que agrada mais seu paladar.

Dica de leitura:  Petiscos e vinhos para harmonizar

Confira abaixo um cardápio harmonizado, da entrada à sobremesa, que você pode apreciar com um bom vinho ou com uma boa cerveja.

Entrada: Creme de cogumelos

Creme de cebola

Salton Virtude 2013Salton Virtude 2013 – Frutado, fresco e com notas minerais, esse exemplar é elaborado na região de Campanha, que tem produzido vinhos surpreendentes, como esse chardonnay.

Ou

Birra del Borgo Strelle StrisceBirra del Borgo Strelle Strisce – Essa cerveja italiana possui lúpulo americano e estilo belga,  equilibrando notas cítricas, de ervas e especiarias, com um final suavemente amargo e herbal.

Principal: Eisbein (joelho de porco cozido e assado com repolho e batatas) – Receita típica alemã

Eisbein

Maison Bouachon Cotes du Rhone Vielles Vignes Les Rabassieres AOC 2011Maison Bouachon Côtes du Rhône Vielles Vignes Les Rabassieres AOC 2011 – Tinto vivo, frutado, de taninos macios e saborosos. Seu nome deriva do dialeto provençal “Rabasse”, que significa trufa, uma homenagem ao solo que era repleto dessa iguaria.

Dica de leitura:  Cinco receitas para o verão

Ou

Bam Noire Dark Farmhouse AleBam Noire Dark Farmhouse Ale – Cerveja de coloração castanho escuro, suave e deliciosa. Presença de ameixas, frutas escuras maduras, passas, malte torrado, café e cacau.

Sobremesa: Pera cozida com especiarias

Pera cozida

Salton Intenso LicorosoSalton Intenso Licoroso – Vinho licoroso com aromas de nozes, amêndoas, flores brancas, baunilha, mel e chocolate branco. No paladar é doce, intenso, possui bom corpo, sabor de amêndoas, frutos secos e longo final.

Ou

Lindemans PecheresseLindemans Pecheresse –  Uma fruitbeer que leva 30% de suco natural de pêssego na receita, resultando em uma bebida fresca, com notas frutadas intensas e fim ácido. Aromática e muito saborosa, ela casa perfeitamente com sobremesas de frutas.

Escrito por: