Abrir Menu Fechar Menu Abrir Campo de Pesquisa Fechar Search
Harmonização de A a W

Receita de steak tartare

18 novembro 2015
  • 1583 visualizações
  • 0 comentários

Aprenda a preparar e harmonizar o clássico steak tartare com bons vinhos.

De origem incerta, o steak tartare ganhou fama na cozinha francesa e conquistou o mundo. Feito à base de carne crua, o segredo do prato está no corte e nos condimentos utilizados na hora do preparo.

Leve e refrescante, a iguaria pode ser oferecida como petisco, entrada e até como prato principal. Vai bem com diferentes acompanhamentos desde saladas, torradas, batatas fritas ou em chips. E, claro, pede um bom vinho fresco e aromático. Veja como fazer!

Steak tartare*

Nível de dificuldade: Médio / Tempo de preparo: 1h / Serve: 4 pessoas

INGREDIENTES

600 g de filé mignon

50 g de alcaparras

½ cebola roxa

50 g de pepino em conserva

2 colheres de sopa de mostarda Dijon

2 colheres de sopa de molho inglês

Cebolinha verde e/ou salsa a gosto

Sal a gosto

Pimenta-do-reino a gosto

Azeite a gosto

Gemas de ovo

Dica de leitura:  Churrasco e vinho

 

Modo de preparo

1) Corte a carne em cubos pequenos e regulares. É fundamental ter atenção ao tamanho, tendo em vista que ela será consumida crua.

2) Disponha a carne picada em um recipiente sobre gelo, isso manterá a carne sob uma temperatura ideal e segura.

3) Corte a cebola, a cebolinha e/ou salsa, a alcaparra e o pepino em pedaços bem pequenos – isso  é essencial para não sobressair a carne –, e acrescente-os à carne.

4) Junte os condimentos – mostarda, molho inglês, tabasco, sal e pimenta-do-reino – e misture bem. Finalize com o azeite.

5) Estruture o prato e sirva com o acompanhamento de sua preferência.

Para harmonizar

Ropiteau Frères Macon Villages Blanc 2013Ropiteau Frères Macon Villages Blanc 2013 – Elegante e expressivo, tem aromas cítricos como limão, com notas de hortelã e madressilva.

Mommessin Beaujolais-Villages Réserve 2013Mommessin Beaujolais-Villages Réserve 2013 – Frutas negras, violeta, banana e framboesa estão nos aromas deste exemplar rico, aveludado e de boa acidez.

Dica de leitura:  As honrarias de nossos Winehunters

*Receita retirada do site petitgastro.com.br.

 

Escrito por: Bia Miranda

Redatora e revisora da Wine, além de perdidamente apaixonada - e curiosa - pelo mundo do vinho.