Sommelier Wine

Saiba tudo sobre o Lambrusco

17 junho 2019
  • 26852 visualizações
  • 0 comentários

Dia 21 de junho é World Lambrusco Day. Aproveite essa data maravilhosa para conhecer melhor esse estilo de vinho que conquistou o paladar dos brasileiros

O Lambrusco, que ganhou destaque mundial na década de 1970, ao ser exportado para os Estados Unidos e para outros países europeus, pode ser frisante ou espumante e é elaborado com o método Charmat ou Tradicional.

Ele está na moda e nos últimos anos ganhou até uma data para chamar de sua: o 21 de junho, quando eventos pelo mundo dão conta das celebrações do World Lambrusco Day. Saiba mais seguindo a hashtag #WorldLambruscoDay nas redes sociais.

Senta que lá vem a história

Proveniente de Emilia-Romagna, uma região localizada no norte da Itália considerada uma das mais antigas do país, esse vinho pode ser produzido tanto com uvas brancas quanto com tintas, sendo a Malvasia e a Lambrusco os grandes destaques.

Além de batizar uma família de uvas, que possui 13 subvariedades já identificadas, Lambrusco também nomeia Denominações de Origem Controladas (D.O.C.). Aliás, algumas das subvariedades da uva Lambrusco possuem D.O.C.s específicas, como a D.O.C. Lambrusco Salamino di Santa Croce, D.O.C. Lambrusco di Sorbara e D.O.C. Lambrusco Grasparossa di Castelvetro.

Dica de leitura:  Qual a diferença entre vinho seco, meio seco, suave e doce?

Além dessas denominações, a D.O.C Modena e a D.O.C. Reggiano também produzem frisantes e espumantes da uva Lambrusco. Com regras mais flexíveis, que proporcionam maior liberdade ao produtor, existem as I.G.P. Lambrusco, em Emilia-Romagna e na Lombardia.

A maioria dessas denominações exige um mínimo de 85% da uva Lambrusco em sua composição. Em alguns casos, apenas as subvariedades específicas devem ser utilizadas. Para os 15% restantes, são permitidas outras uvas. Muitos exemplares trazem a casta Ancellotta, inclusive. Já a graduação alcoólica mínima varia de 10,5% a 11%, também dependendo da denominação.

Apesar de ser amplamente cultivada em Emilia-Romagna, a uva Lambrusco também pode ser encontrada em outras regiões italianas, como no Piemonte e na Basilicata.

Embora o Lambrusco possa ser classificado como um frisante, nem todo frisante é Lambrusco. Quem assimila o esse nome a frisantes com paladar adocicado e de baixa qualidade está muito enganado. Apesar de a grande maioria dos exemplares encontrados no mercado apresentarem um paladar adocicado, o tradicional possui aromas de frutas vermelhas e é seco, ou seja, sem doçura perceptível, com acidez destacada, características que combinam bem com a gastronomia da região de Emilia-Romagna.

Dica de leitura:  Como ler rótulos de vinhos italianos

Curiosidades sobre o Lambrusco:

  • Assim como outras variedades, a Lambrusco também possui um dia específico, 21 de junho. Todos os anos, nessa data, bares e restaurantes de todo o mundo promovem degustações com rótulos de diferentes estilos dessa uva, em sua maioria, acompanhadas de aperitivos típicos de seu país de origem.
  • Com um estilo jovem e pronto para o consumo, os rótulos de Lambrusco não trazem a safra estampada no rótulo.
  • Os Lambruscos possuem uma classificação referente ao teor açúcar: Secco, Semisecco, Amabile ou Doce. Vale lembrar que essa é a classificação do vinho na sua origem, logo, um exemplar que traz o termo “Secco” estampado no rótulo, por exemplo, não significa necessariamente que possui um paladar seco, sem doçura perceptível.

Aproveite nossas indicações ao lado para você conhecer e brindar com os saborosos Lambruscos, perfeitos para qualquer momento!

Recomendamos para você:

( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
Escrito por: Nicole Batista

Sommelière e Bacharel em Química, fez imersão em algumas regiões vitivinícolas da Europa e América do Sul.