Abrir Menu Fechar Menu Abrir Campo de Pesquisa Fechar Search
Vinhos

O melhor do terroir chileno: conheça os vinhos Ímpetu

12 janeiro 2022
  • 196 visualizações
  • 0 comentários

Os rótulos da linha Ímpetu são fáceis de beber, com um perfil descomplicado que agrada os mais diversos paladares, indicados para consumo no dia a dia ou para acompanhar boas refeições.

Todos nós já sabemos que o Chile é um dos maiores produtores de vinho do Novo Mundo, com exemplares muito consumidos e queridos por enófilos do mundo inteiro. Situada no Valle Cachapoal, à beira da Cordilheira dos Andes, a Viña San Pedro tem uma carta de vinhos diversificada e ampla, com rótulos produzidos a partir de vinhedos mantidos sob princípios de sustentabilidade, sem deixar de lado a excelência e a inovação.

Integrante do grupo VSPT, um dos mais destacados do mundo, a vinícola tem a linha Ímpetu como uma das apostas para o mercado brasileiro. 

Dica de leitura: Mais de 90 anos de vanguarda na Serra Gaúcha: conheça a Vinícola Garibaldi

Graças ao clima mediterrâneo da região central do Chile e às influências do Oceano Pacífico, a área em que se encontra a Viña San Pedro é considerada um paraíso para o cultivo de uva e para a produção de bons vinhos, como os exemplares Ímpetu

Neste terroir favorável, uvas como a Carménère não apenas se adaptaram bem, como também expressaram algumas de suas melhores nuances, contribuindo para a produção de vinhos com caráter aromático e estrutura bem particular. Outras variedades de uvas, principalmente as francesas, também se deram bem no terroir chileno.

Valle Central: terroir único expressado nos vinhos Ímpetu

Uma das maiores regiões produtoras de vinho em toda a América do Sul, o Valle Central foi reconhecido oficialmente por um decreto no Ministério da Agricultura chileno, datado de 1994. O documento estabeleceu a setorização das regiões vitivinícolas do país e também as normas para o uso das denominações de origem.

A região vitivinícola do Valle Central compreende desde a província administrativa de Chacabuco, nos arredores de Santiago, até as províncias administrativas de Linares e Cauquenes, na região de Maule. Nesta vasta região que são produzidos os vinhos da linha Ímpetu, uma área que tem solo misto e rico em sedimentos que reúne uma grande variedade de terroirs, excelente para a produção de vinhos.

Barris com vinhos Ímpetu

A força e a energia de Ímpetu na taça

Feitos por meio da vinificação sustentável, os vinhos da linha Ímpetu simbolizam a força e a energia dos ancestrais indígenas que fizeram história na região chilena em que está a vinícola San Pedro.

Dica de leitura: Graduação alcoólica: confira dicas de vinhos do menor para o maior teor alcoólico

Daí vem a ideia para o termo que dá nome à linha, Ímpetu, que significa impulso, um verdadeiro estímulo aos amantes de vinho, um convite a explorar os aromas e sabores das uvas cultivadas e colhidas no Valle Central.

O grupo VSPT

Formado por seis vinícolas chilenas e duas argentinas, o VSPT aliou tradição e excelência ao longo dos anos. A diversidade de castas, rótulos e culturas permite uma complementaridade entre as regiões produtoras mais importantes da Argentina e do Chile

O grupo se destacou pela adoção de iniciativas que diminuem o impacto ambiental, e hoje é responsável por enviar vinhos para mais de 80 países, sendo assim o segundo maior grupo exportador da bebida no Chile.

Taças com vinhos Ímpetu brindando

Vinhos Ímpetu à venda nas lojas Wine

Os interessados em conhecer os sabores únicos dos vinhos Ímpetu podem comprar os exemplares tanto nas lojas físicas quanto no site da Wine

Abaixo, conheça mais detalhes sobre alguns dos rótulos da linha. São sugestões de vinho branco, tinto e rosé, capazes de agradar a todos os paladares dos apreciadores da nossa bebida favorita!

Ímpetu D.O. Valle Central Rosé 2021

Para começar, a dica é este rótulo jovem, frutado e refrescante, produzido a partir da Cabernet Sauvignon. Requisitado pela fama de vinho descomplicado, é fácil de agradar os mais diversos paladares, e costuma ser indicado tanto para momentos de descontração, quanto para jantares especiais.

Este exemplar tem aromas intensos de frutas vermelhas frescas, principalmente de morango. No paladar, é um vinho leve, frutado, equilibrado, com acidez agradável e muito refrescante e para uma melhor experiência, o ideal é servir a 10ºC. Ideal para tomar como aperitivo, ou acompanhar pratos leves tais como quiche de tomate seco, peixe frito, filé de frango grelhado com molho a gosto.

Ímpetu D.O. Valle Central Sauvignon Blanc 2020

Um exemplo de vinho branco versátil, que pode ser apreciado sozinho, ou ao lado de pratos leves. Elaborado com a Sauvignon Blanc do Valle Central, é um exemplar amadurecido em tanques de aço inoxidável que destaca as características frutadas e o frescor do vinho.

Este vinho tem aromas encantadores que remetem à frutas tropicais, frutas cítricas e ervas. No paladar, é um vinho leve, frutado, com boa acidez, refrescante, ideal para acompanhar pratos mais leves como petiscos do mar, sardinha frita, bolinho de bacalhau, espaguete ao molho branco e legumes grelhados. Para uma melhor experiência, o ideal é servir este vinho a 9ºC, uma excelente sugestão para os dias mais quentes.

Ímpetu Carménère

É a emblemática uva Carménère que dá vida a este vinho, mais um com perfil descomplicado e fácil de beber, característica marcante da linha Ímpetu

A Carménère é um dos melhores expoentes da produção chilena, e isso é perceptível neste vinho, que pode ficar na adega por até três anos, e revela aromas semelhantes aos de amora, cereja, especiarias e baunilha. De corpo leve e fresco, com maciez no paladar, é uma ótima companhia para pratos mais substanciosos e temperados.

Entre as sugestões, estão lasanha de berinjela com queijo, pimentão recheado, espaguete com almôndegas, filé com fritas, panqueca de carne, e pizza de diversos sabores. Sirva o vinho a uma temperatura de 16 °C.

Agora que já sabe tudo sobre os rótulos Ímpetu, da Viña San Pedro, que tal dar play no Wineverso Podcast, nosso guia pelo mundo dos vinhos? No ep. 74, os experts da equipe da Wine discutem se os vinhos mais caros são realmente melhores. Saúde!

Escrito por: Wine