Abrir Menu Fechar Menu Abrir Campo de Pesquisa Fechar Search
Curiosidades

Vinhos portugueses: o boom da viticultura de Portugal

25 fevereiro 2019
  • 4210 visualizações
  • 0 comentários

A hora e a vez dos vinhos portugueses! Saiba mais sobre Portugal, o país produtor do Velho Mundo que se tornou o segundo no ranking dos rótulos importados para o Brasil.

Cada vez mais, vemos diversidade de vinhos portugueses no Brasil e, claro, na Wine. Portugal é um país que se esforça para entender o consumo mundial, agradar aos consumidores e crescer em número de garrafas exportadas. Por isso, o país produz uma grande diversidade, rótulos brancos leves, mais encorpados, tintos leves, elegantes, robustos, potentes, rosés variados, espumantes, fortificados.

Apesar de ser um país pequeno, Portugal possui terroirs muito diversos com distâncias curtas e essa diversidade interessante permite elaborar perfis de vinhos muito diferentes.

Essa versatilidade é um ótimo ponto para o nosso clima e o nosso público, pois fazem vinhos desde para os que estão entrando no mundo do vinho até os mais experientes.

Possuem excelentes produtos para harmonizar com pratos leves, médios e pesados, e até mesmo vinhos para serem tomados na praia sem comer nada, em um happy hour ou mesmo harmonizados com pratos mais pesados e/ou em dias mais frios. Eles são mesmo feras em diversidade de estilos.

Dica de leitura:  Lisboa - Roteiros do vinho

O boom dos vinhos portugueses, sem dúvidas, se deve aos fortes investimentos de divulgação que fazem no Brasil e em todo o mundo. A marca Wines of Portugal é a responsável pelo trabalho de degustação, apresentação dos produtores e produtos, feiras, e por tornar conhecido o terroir, variedades e estilos dos vinhos portugueses.

Quem cuida disso tudo por trás da marca Wines of Portugal é a ViniPortugal que é uma Organização Interprofissional do Vinho de Portugal. Esse trabalho é tão eficaz que Portugal já passou a Argentina no ranking de volume dos vinhos importados no Brasil. O primeiro lugar é ocupado pelo Chile e o segundo por Portugal.

São realizadas, anualmente, por volta de 100 ações de promoção dos vinhos portugueses ao redor do mundo. Claro que, além desse apoio, os vinhos são incríveis e nos surpreendem a cada taça.

Dica de leitura:  Vinhos secos de Tokaj

Um pouco dessa diversidade já podemos ver na parte norte do país. No noroeste está a região dos Vinhos Verdes que é uma zona demarcada que podem ser brancos, rosés, tintos, espumantes e frisantes, leves, geralmente, com baixo teor alcoólico e fáceis de beber.

Próximo dali, está a região que produz o famoso vinho do Porto, com alto teor alcoólico, geralmente adocicado, delicioso se bebido sozinho ou harmonizado com sobremesas.

Recomendamos para você:

( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
Escrito por: Ana Cristina Fulgêncio

Formada em Bioquímica Agrícola e em Viticultura e Enologia, já atuou em vinícolas, desde a elaboração até a venda do produto final.