Curiosidades

Vinhos portugueses

18 abril 2017
  • 7083 visualizações
  • 0 comentários

Autênticos e com muita personalidade, os vinhos portugueses têm conquistado cada vez mais paladares ao redor do mundo. Saiba mais sobre a produção vinícola de Portugal.

A viticultura de Portugal é muito antiga, com vários séculos de história, que foi escrita por fenícios, cartagineses, gregos e, sobretudo, romanos.

Os vinhos portugueses passaram a ser comercializados ainda no Império Romano, para Roma. Posteriormente, para o Reino Unido, após a assinatura do Tratado de Methuen, chamado também de Tratado dos Panos e Vinhos, em 1703.

É o país lusitano que detém a mais antiga denominação de origem do planeta, a região demarcada do Douro, que origina uns dos rótulos mais renomados do país.

Apesar de tanta tradição, os exemplares de Portugal demoraram para estar entre os mais prestigiados do mundo. Faltava personalidade e competitividade. A evolução tecnológica, que contribuiu para a produção de rótulos de alta qualidade, só aconteceu com desenvolvimento econômico, político e social do país, por volta de duas décadas atrás.

Dica de leitura:  Enólogo: o alquimista por trás dos rótulos

Aí sim os rótulos portugueses passaram a ter mais destaque e entraram para os melhores círculos do mundo do vinho. O segredo do sucesso é que a modernização da viticultura foi feita sem deixar de lado os aspectos tradicionais como o uso de uvas autóctones, por exemplo. Aliás, a quantidade de castas nativas é bem impressionante: são cerca de 285 variedades que permitem a produção de uma grande diversidade de estilos de vinhos.

Algumas das principais regiões vitivinícolas de Portugal

Douro – Nordeste do Portugal, terra do famoso Vinho do Porto. As vinhas da região formam uma paisagem deslumbrante reconhecida pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade.

Alentejo – Grande região vinícola, localizada no centro-sul do país, com o maior crescimento de Portugal e cujas altas temperaturas garantem a perfeita maturação das uvas.

Dica de leitura:  Degustação: vinhos para os sentidos

Minho – Região dos Vinhos Verdes e localizada no noroeste do país, é a maior região vinícola de Portugal e destaca as castas brancas, como Alvarinho e Loureiro.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a história da viticultura de Portugal, confira ao lado os vinhos portugueses que selecionamos para você experimentar e comprovar a enorme qualidade vitivinícola do país. Aproveite!

Recomendamos para você:

( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
Escrito por: Bia Miranda

Redatora e revisora da Wine, além de perdidamente apaixonada - e curiosa - pelo mundo do vinho.