Abrir Menu Fechar Menu Abrir Campo de Pesquisa Fechar Search
Dicas

Por que beber vinhos rosés?

23 setembro 2016
  • 1160 visualizações
  • 0 comentários

Cada vez mais prestigiados no mundo do vinho, os rosés têm tudo a ver com a primavera e os dias mais quentes. Saiba mais.

É consenso entre especialistas de diversas áreas que padrões de consumo tendem a ser mudados ou impactados entre uma geração e outra. No mundo do vinho, não poderia ser diferente. Aliás, essa mudança é nítida no caso dos vinhos rosés.

Alguns dados revelam que os EUA e países europeus, como França e Itália, vêm aumentando consideravelmente o consumo desse tipo de vinho, de cor vibrante e variados tons. Inclusive, esses três países também lideraram, em 2012, a produção mundial dos rosés.

Dados da OIV (Organização Internacional de Vinhos) apontam que, de 2002 a 2014, o consumo mundial de rosés aumentou 20%. Esses estudos refletem uma quebra de paradigma e uma mudança no consumo, juntamente com um aumento dos apreciadores de vinhos mais jovens, entre 18 e 30 anos.

Ao contrário da geração anterior, as pessoas dessa faixa etária procuram beber o que mais as agradam, sem seguir regras ou estilos específicos, quebrando assim alguns antigos preconceitos como, por exemplo, que vinho rosé é só para mulheres.

Dica de leitura:  ClubeW Advanced: a sua nova modalidade

De coloração rosada e diversos tons – do alaranjado ao perolado –, o frescor e leveza são quase marca registrada dos rosés. Temperaturas mais altas, pratos mais leves ou que tenham frutos do mar, um pôr do sol com os amigos e tardes na piscina são alguns dos excelentes motivos para degustar um delicioso exemplar.

Se por acaso, os rosés não conquistaram seu paladar ainda, assine o ClubeW Fresh. A cada mês, você conhece vinhos incríveis e garante fantásticas experiências.

Alguns rosés que você precisa experimentar nesta primavera:

Carpineto Dogajolo Rosato IGT 2014Vinho Carpineto Dogajolo Rosato IGT 2014 – Aromas de frutas vermelhas frescas, como morango e groselha, associadas aos toques florais.

Calyptra Vivendo Reserva Rosé 2014Vinho Calyptra Vivendo Reserva Rosé 2014 – No aroma, revela notas de cereja e morango associadas às nuances florais. Em boca, é leve e fácil de beber.

Dica de leitura:  Maratona de vinhos

Elie Sumeire Rosé a La Ros Côtes de Provence 2014Vinho Elie Sumeire Rosé a La Ros Côtes de Provence 2014 – Um rosé de Provence, com aromas de frutas vermelhas frescas, notas de melão e pêssego.

Escrito por: Bia Miranda

Redatora e revisora da Wine, além de perdidamente apaixonada - e curiosa - pelo mundo do vinho.