Abrir Menu Fechar Menu Abrir Campo de Pesquisa Fechar Search
Sommelier Wine

Uva Malbec: tudo o que você precisa saber

03 janeiro 2021
  • 9093 visualizações
  • 0 comentários

Com taninos macios, a uva Malbec tem boa acidez, pode ganhar complexidade se amadurecida em carvalho e características específicas a depender da região produtora.

Original de Bordeaux, na França, a uva Malbec ganhou o mundo e se consolidou em solos argentinos. Os rótulos produzidos a partir da uva são exemplares extremamente versáteis e democráticos, podendo ser complexos, encorpados, frutados, amadeirados, tintos marcantes e até mesmo rosés e espumantes leves.

Apesar de ter ganhado espaço e ser hoje uma das principais uvas produzidas na Argentina – especialmente em Mendoza, a Malbec segue presente em outros países como Chile, Austrália e Nova Zelândia.

Confira tudo o que você precisa saber sobre a uva Malbec!

Principais características

Os vinhos produzidos a partir da uva Malbec estão entre os favoritos dos brasileiros É comum muitos novos consumidores começarem suas aventuras no vinho a partir da Malbec. Isso acontece por serem rótulos fáceis de serem encontrados no Brasil e por conta dos exemplares de entrada terem um caráter frutado – o que costuma agradar aos paladares mais sensíveis.  

Os rótulos Malbec são conhecidos pela sua coloração intensa, em uma cor muito próxima à original, da uva in natura. Além da coloração, os vinhos possuem como características principais o aroma frutado marcante e o sabor intenso, que permanece na boca por mais tempo. É indicado que os vinhos Malbec sejam servidos em temperaturas entre 16 e 18ºC.

A diversidade da Malbec fica evidente no momento da degustação. Mesmo produzidos a partir da mesma uva, os rótulos adquirem características distintas conforme o país e região onde foram produzidos.

Para quebrar o mito de que os Malbec são apenas os argentinos, vamos entender melhor sobre a produção pelos mais diversos países!

Regiões produtoras

Argentina

Na Argentina, a uva Malbec ocupa a maior parte da superfície plantada entre as uvas finas tintas, ultrapassando até mesmo a clássica Cabernet Sauvignon. A uva, originária da França, se adaptou perfeitamente ao clima argentino – principalmente em Mendoza – o que fez com que ganhasse o território.

Os vários terroirs do país oferecem estilos diferentes, que variam de acordo com as regiões de Mendoza, Salta e Catamarca, e Patagônia.

Em Mendoza, o vinho tem coloração bem escura, com expressão mineral, frutas negras, especiarias doces ou floral. Já as regiões de Salta e Catamarca produzem um vinho de personalidade marcante, com aromas de frutas vermelhas e negras maduras, pimenta e pimentão, taninos firmes, mas elegantes. 

Os rótulos produzidos na região da Patagônia têm como características serem mais moderados, mais frescos, de aromas de frutas negras maduras e toque mineral marcante.

França 

Na França, na região de Cahors, a Malbec é denominada Côt ou Auxerrois. Os vinhos produzidos a partir dela, em geral, são de cor densa, frequentemente com maior acidez natural, com aromas de violetas, frutas negras, baunilha e especiarias. 

Alguns são longevos, principalmente quando misturados com a uva Tannat, e podem evoluir por mais de 15 anos em garrafa.

Chile

No Chile, onde a Cabernet Sauvignon impera, também há lugar para bons cultivos de Malbec. Por lá, a uva origina vinhos mais encorpados, ácidos e com mais taninos que os argentinos. 

É comum encontrarmos rótulos produzidos no país com blends da Malbec com Cabernet Sauvignon, Carménère ou Syrah, por exemplo.

Harmonização com Malbec

Dica de leitura:  Despertar do vinho

Os vinhos produzidos com a uva Malbec são rótulos versáteis no que diz respeito à harmonização. Apesar da grande lista de possibilidades para essa combinação, o tanino dos vinhos Malbec faz com que eles sejam companhias perfeitas para pratos à base de carne vermelha. 

O que combina com Malbec:

  • Carnes em geral, principalmente as mais gordurosas, como costela e cordeiro;
  • Churrasco;
  • Massas com molho vermelho recheado;
  • Pizza calabresa;
  • Risotos com linguiça ou carne seca

Dicas de rótulos Malbec:

Agora, basta escolher a sua opção favorita, definir o cardápio para uma harmonização perfeita e apreciar as maravilhas dessa uva incrível!

Escrito por: Wine