Abrir Menu Fechar Menu Abrir Campo de Pesquisa Fechar Search
Sommelier Wine

Série uvas – Torrontés

23 janeiro 2019
  • 11303 visualizações
  • 0 comentários

Conheça as principais características e os vinhos da Torrontés, a uva branca emblemática da Argentina.

Originária da Espanha, a Torrontés já foi amplamente cultivada no noroeste do país, principalmente na região da Galícia. A revista britânica Decanter publicou o trecho de um livro espanhol, que foi o primeiro a registrar sobre a existência dessa variedade: “Torrontés é uma variedade branca originária da Galiza que produz vinhos com corpo leve e boa acidez, grande personalidade e sabor intenso. Essa uva é plantada na Galiza e em Córdoba.”

Torrontés: a branca emblemática da Argentina

Considerada a assinatura dos vinhos brancos argentinos, essa uva branca começou a ganhar destaque na Argentina na década de 1970. Mas há indícios de que ela chegou no país muitos anos antes. Algumas fontes citam que foi em 1500 com as missões jesuítas, outras relatam que foi em 1800 com os conquistadores espanhóis. Mas a data exata ainda é uma incógnita.

O nome Torrontés é utilizado como uma referência para um grupo de uvas brancas, entre as mais conhecidas estão a Torrontés Riojano, a Torrontés Sanjuanino e a Torrontés Mendocino. Mas muitas vezes, apesar da diversidade, encontramos apenas o nome “Torrontés” nos rótulos dos vinhos.

Dica de leitura:  Série uvas - Pinotage

A Torrontés Riojano, a que mais se destaca na Argentina, gera vinhos brancos com alto nível de acidez e muito aromáticos, com aromas semelhantes ao da uva Moscatel. Ela é um cruzamento natural entre a Muscat de Alexandria com a Criolla Chica, esta última chamada de Mission, na Califórnia.

O Torrontés Sanjuanino é mais encontrado na região argentina de San Juan e também no Chile. Comparado ao Torrontés Riojano possui uma menor intensidade aromática. Já o Torrontés Mendocino, que possui um número menor de vinhedos, é mais encontrado na província de Río Negro. Diferente do Sanjuanino e Riojano, é mais delicado e não possui os aromas semelhantes aos da uva Moscatel.

Apesar de ser encontrada em outros países, a Argentina concentra a maior parte dos vinhedos de Torrontés do mundo. No país é cultivada principalmente em Catamarca, La Rioja, Mendoza, Salta, San Juan e Rio Negro.

Dica de leitura:  Série uvas - Moscato

Uma de suas melhores expressões é quando é cultivada em vinhedos de altitude, como os de Cafayete, na província de Salta.

Aromas e sabores da Torrontés

De forma geral, um vinho branco da uva Torrontés é aromático, destaca notas florais como de jasmim, rosas e flor de laranjeira. Toque de especiarias e ervas também podem ser encontrados no aroma. O paladar, na maioria das vezes, é frutado, leve e com boa acidez.

Você pode até encontrar vinhos dessa variedade com passagem por madeira, mas não é o mais usual, pois a grande maioria dos enólogos e produtores optam por valorizar as características naturais da uva. Grande parte dos exemplares de Torrontés não possuem o perfil de guarda e sim para o consumo jovem.

Harmonização com vinhos Torrontés

Intensos, podem ser consumidos como aperitivo, antes de um prato principal ou acompanhando petiscos. Pode ser harmonizado com peixes, mariscos, receitas aromáticas e picantes.

Recomendamos para você:

( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
Escrito por: