Sommelier Wine

Tipos de degustação

11 novembro 2016
  • 1934 visualizações
  • 0 comentários

O melhor caminho para realmente conhecer os vinhos é através da degustação. Conheça os diferentes tipos desse exercício didático e muito prazeroso.

Como apreciador de vinhos, você sabe que a riqueza de sabores e aromas dessa incrível bebida é enorme. Uma das melhores maneiras de descobrir diferentes rótulos e identificar suas características é realizar degustações. Sem dúvida, a aventura promete boa surpresas sensoriais.

Como fazer uma degustação

Escolha taças transparentes, de preferência de cristal  e um ambiente livre de odores, com boa iluminação e temperatura agradável. Um fundo branco – que pode ser a própria mesa, a toalha, uma folha de papel ou um guardanapo – para observar a cor do vinho e, para evitar a influência da reputação do vinho, tente realizar as provas às cegas.

O cuidado com a escolha do tipo de degustação pode evitar que algumas comparações injustas sejam feitas. Um erro comum é comparar vinhos de estilos marcadamente diferentes. Por exemplo, um vinho da região francesa de Bordeaux e outro da Borgonha.

Tipos de degustação

– Vertical: mesmo vinho, obviamente de um único produtor, mas com safras diferentes. Pode ser qualquer tipo de vinho e quantas safras você quiser. Muito interessante para compreender a evolução do vinho na garrafa, com o passar dos anos, a influência do terroir e das características climáticas do ano daquela safra.

Dica de leitura:  Vinho e azeite em um só lugar

Vinho Château de La Riviere AOC Bordeaux Fronsac safras 2005, 2008 e 2009

Vinho Bodegas Carrau Amat Tannat safras 2008 e 2012 (seleção de novembro do ClubeW Premium)

– Horizontal: vinhos diferentes, de uma mesma safra, estilo ou nível, mas de produtores diferentes. Para esse formato, abre-se uma grande variedade de possibilidades didáticas.

Mesma região, mesma safra, estilo ou nível: serve para fixar as características do estilo sob a influência do terroir local. Por exemplo, degustar vinhos chilenos Reserva da região do Valle Central de vários produtores.

Vinhos Baron Philippe de Rothschild Reserva Carménère 2015 e Root: 1 Carménère 2015.

Mesma uva e região, mesma safra, estilo ou nível: mostra a expressão da variedade de uva sob a influência do terroir da região. Por exemplo, degustar vinhos da uva Malbec, da região argentina de Mendoza, de mesmo estilo.

Dica de leitura:  O prazo de validade do vinho

Vinhos Susana Balbo Signature Malbec 2013 e Achaval-Ferrer Malbec Mendoza 2013

Regiões diferentes, mesma uva, mesma safra, estilo ou nível: tem a função de demonstrar as diferenças de expressão de uma mesma uva sob a influência de terroirs diferentes. Por exemplo, degustar vinhos da uva Malbec de Mendoza, na Argentina, e de Cahors, na França.

Vinhos Viña Amalia Reserva Malbec 2013  e Les Terrasses AOC Cahors 2013

Agora que você já está por dentro dos tipos de degustação, é hora de escolher o seu tipo preferido, abastecer a adega e chamar os amigos. Com o tempo e a experiência, novos temas curiosos e relevantes podem surgir. Não se esqueça de contar para a gente como foi. Ótimas degustações!

Recomendamos para você:

( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
Escrito por: Taimmy Rodrigues

Sommelière, capixaba, com formação em História, Alta Gastronomia e em vinhos pela WSET.