Abrir Menu Fechar Menu Abrir Campo de Pesquisa Fechar Search
Curiosidades

Dia do Sommelier: saiba tudo sobre a profissão

20 agosto 2021
  • 174 visualizações
  • 0 comentários

Como surgiu o trabalho do sommelier? Quais as dicas para quem quer se tornar um? Aprenda tudo sobre o especialista em vinhos

Profissional indispensável quando tratamos de vinhos, o sommelier é quem nos ajuda a descobrir e a explorar todo o potencial de um rótulo. De origem francesa, a palavra “sommelier” já era utilizada na Idade Média, mas para designar aqueles trabalhadores que eram responsáveis pelo transporte das pipas de vinhos para os grandes castelos e palácios.

Dica de leitura: Taças na mesa do bar: aprenda a harmonizar vinho e comida de boteco

No Brasil, embora a atividade exista também há bastante tempo, a profissão foi regulamentada somente em 2011 no dia 29 de agosto e, por isso, a data se tornou o Dia Nacional do Sommelier.

Sommelier na Antiguidade: como tudo começou?

Vinho sendo servido em taças ilustra post sobre o Dia do Sommelier do Winepedia

Os profissionais que transportavam os vinhos e as demais bebidas na Antiguidade tinham outra função considerada de extrema importância, além da logística: provar uma quantidade dos produtos que carregavam para garantir que não houvesse veneno. 

O medo de envenenamento era bastante comum entre os nobres europeus na Idade Média, devido, principalmente, às constantes brigas e batalhas por território e poder. Não é raro encontrar em livros histórias de mortes intencionais de reis, imperadores e outras figuras importantes por envenenamento. 

Esses provadores oficiais de comida e bebida desempenharam ainda no passado a primeira função profissional que se assemelha ao que chamamos hoje de sommelier. 

Dica de leitura: Vinho estragado: saiba como identificar e evitar os defeitos da bebida

Extremamente habilidosos, naquela época eles já detectavam as substâncias nocivas que eram misturadas às bebidas, como o vinho, e aos alimentos. Como costumavam experimentar porções bem pequenas, nem sempre sofriam as consequências se as mercadorias tivessem substâncias letais. 

De acordo com registros históricos, havia aqueles provadores que se destacavam ao utilizar técnicas mais aguçadas para avaliar os produtos.

Com o passar dos anos, já no final do século XVIII, os restaurantes se popularizaram em cidades importantes como Paris e, a partir de então, as funções de serviço passaram a se definir melhor no dia a dia com a presença do sommelier como conhecemos.

Pessoa cheira o aroma do vinho. Imagem ilustrativa para post sobre o Dia do Sommelier, do Winepedia

A profissão sommelier

Sommelière integrante da equipe Wine, Cibele Siqueira já definiu que o profissional, além de vender o vinho, tem que encantar o cliente sobre aquele rótulo, com atenção às necessidades e ao paladar do consumidor. “O mais gostoso é a gente contar e encantar a pessoa com histórias”, destacou a sommelière, que atua há mais de 18 anos no setor de vinhos.

Aos interessados em ingressar no ramo, Cibele dá uma dica que considera essencial: ter total amor e respeito pelo vinho, desde os exemplares mais simples aos mais complexos. Afinal, sempre existe um trabalho por trás com a participação de muitas pessoas e uma história naquele exemplar.

Para desempenhar a função de sommelier, a Associação Brasileira de Sommeliers – São Paulo (ABS-SP) sugere que o profissional goste de atender o público, seja um apaixonado por vinhos e tenha humildade e determinação para seguir aprendendo sempre. 

Bons cursos também são fundamentais para quem quer iniciar essa jornada. No Brasil e no exterior, existem diversas opções, indicadas tanto para quem quer aprender um pouco mais sobre os diferentes tipos de vinhos quanto para os interessados na profissionalização. 

O ideal é que esse desenvolvimento ocorra de maneira leve e divertida, como o prazer de degustar uma boa taça. 

Enólogo, enófilo e sommelier: qual a diferença?

É comum surgirem dúvidas quando o assunto é a paixão por vinhos e os profissionais que atuam na área. Um dos questionamentos mais frequentes é sobre a diferença entre enólogo, enófilo e sommelier. Você sabe?

  • O enólogo é o especialista responsável pela elaboração do vinho, desde o cultivo da uva até o resultado final na garrafa. É o profissional que acompanha a análise do solo, a escolha das cepas das uvas, as técnicas de cultivo e de vinificação, além do envelhecimento da bebida.
  • Os enófilos são basicamente todos aqueles apaixonados pelo universo dos vinhos. Não é necessário ter formação, apenas interesse constante e entendimento básico sobre como apreciar um bom rótulo, além de autonomia para escolher os próprios vinhos.
  • Já os sommeliers são os profissionais que vão explorar todo o potencial do vinho já pronto, atuando desde a montagem de carta de bebidas até a gestão do armazenamento da adega de um restaurante, por exemplo.

Curiosidades sobre o mundo dos sommeliers

O mundo dos vinhos é repleto de histórias que foram se desenvolvendo com o passar dos séculos. Com a profissão dos sommeliers não seria diferente. Reunimos abaixo algumas curiosidades sobre a função, que deve ser cada vez mais celebrada e valorizada!

  • Em Portugal, o sommelier também pode ser chamado de escanção.
  • Na década de 1980, os restaurantes dos Estados Unidos passaram a rejeitar a figura “mais formal” do sommelier, inspirada nos franceses, porque ela remetia a um profissional mais intimidador, que vendia vinhos caros.
  • Nos últimos anos, essa figura foi ainda mais desconstruída, já que a ideia é que o sommelier aproxime os clientes dos vinhos, tirando dúvidas, entendendo o gosto do consumidor e sugerindo as melhores combinações para cada exemplar. 
  • No Brasil, embora a profissão só tenha sido regulamentada em 2011, existem cursos de formação desde a década de 1980.
  • Os melhores sommeliers do mundo são profissionais reconhecidos e certificados por instituições como a Court of Master Sommelier, sediada em Londres. Estima-se que menos de 300 sommeliers do mundo tenham alcançado o título.
  • Nas avaliações da Court of Master Sommelier, os candidatos são submetidos a três dias de provas intensas que incluem desde degustação às cegas a prova escrita.

Agora que sabe tudo sobre as atividades do sommelier, baixe já nosso aplicativo,  disponível para dispositivos iOS e Android, e tenha acesso a conteúdos e promoções exclusivas! Saúde!

Ouça também: Wineverso Podcastepisódio #55 – A carreira do sommelier

Escrito por: Wine