Abrir Menu Fechar Menu Abrir Campo de Pesquisa Fechar Search
Curiosidades

O que é terroir e qual a sua importância?

18 Maio 2021
  • 12021 visualizações
  • 0 comentários

Conhecido pelo conceito complexo, terroir reúne conjunto de fatores que influenciam na produção de um vinho. Saiba mais!

De conceito um pouco complexo, o termo terroir ainda causa confusão em muitos apreciadores de vinhos. Reunimos, então, tudo o que você precisa saber para entender de uma vez por todas o que é terroir!

Para facilitar, a Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), sediada na França, definiu terroir há alguns anos como “o conceito que remete a um espaço no qual está se desenvolvendo um conhecimento coletivo das interações entre o ambiente físico e biológico e as práticas enológicas aplicadas, proporcionando características distintas aos produtos originários deste espaço”.

A origem do termo terroir

Pela etimologia, a palavra terroir originou-se de “terr”, radical francês também encontrado em termos como terre (terra/solo), terrain (terreno) e terrass (terraço). Seu conceito, de forma mais ampla, traz uma ligação entre fatores como a terra e o espaço agronômico que engloba a produção do vinho. 

Décadas atrás, quando pesquisadores começaram a expandir os estudos e levantamentos sobre terroir, uma das dificuldades foi encontrar um termo que fosse equivalente a terroir em questão semântica em outros idiomas e, por isso, a palavra foi mantida em sua forma original.

Mas esqueça as explicações mais simplistas ou genéricas, como regionalidade ou mesmo a tipicidade de terrenos. E também não vale confundir: a região é definida pela geografia (latitude, longitude, altitude) e é uma das variáveis do terroir, e não sua definição, ok?

Falar de terroir é falar de um conjunto de fatores como:

  • Topografia;
  • Geologia;
  • Pedologia;
  • Drenagem;
  • Clima e microclima;
  • Castas;
  • Intervenção humana;
  • Cultura, história e tradição.

Todos esses aspectos juntos, somados e engarrafados, definem o terroir. Algo como um DNA daquela bebida, ou até mesmo a preservação de uma biodiversidade sociocultural. Ou seja, cada pedaço de terra possui seu próprio terroir.

Ação humana tem influência no terroir

Sem a ação do homem, como você já leu acima, não há terroir. O fator humano é indiscutivelmente uma variável muito importante na concepção do termo, como um de seus pilares. 

Uma de suas funções é ajudar a natureza a exprimir suas melhores qualidades para resultar no melhor vinho. 

Um bom produtor de vinho com certeza irá extrair o que há de melhor daquele terroir, a fim de oferecer uma experiência única a quem apreciar sua bebida. Há quem defenda que um terroir consegue transferir para o vinho um gosto único e próprio. 

Dito isso, fica claro que, quanto mais o produtor conhecer e desbravar o terroir de sua região, melhores serão os resultados. 

Qual a importância do terroir?

Atualmente, o terroir desempenha um papel fundamental no desenvolvimento de um vinho, já que é comum que bebidas de um mesmo tipo de uva sejam bastante diferentes, a depender da região onde foram produzidas.

Além disso, o terroir também influencia na presença do rótulo no mercado. Na França, por exemplo, as garrafas são rotuladas com os nomes dos locais de proveniência das uvas, não com o tipo das uvas, devido à importância conferida ao terroir. 

Alguns produtores de regiões que definem regras mais rígidas de cultivo e elaboração geralmente se empenham mais para preservar as características de seus vinhos. Você deve se lembrar do caso dos rótulos que apontam Bordeaux ou Champagne, por exemplo.

Como cada fator contribui para o terroir

Solo: é o que proporciona nutrientes e água às uvas. 

Clima: influencia no amadurecimento e no desenvolvimento das uvas. Regiões de clima temperado, geralmente, têm melhores resultados

Altitude: tem interferência direta no tempo de amadurecimento da uva

Chuva: a frequência pode contribuir para a qualidade das frutas, interferindo no nível de açúcar e no tempo de colheita

Relevo: o declive contribui para a drenagem natural, também interferindo no cultivo

Terroir como fator turístico

Estudiosos do assunto garantem que o terroir se afirma como um elemento de aprimoramento técnico e produtivo que é resultado da interação entre o território, a cultura e a produção local, e que deve ser explorado também como um diferencial na atividade de turismo enogastronômico.

No velho mundo, a tradição é um fator importantíssimo, e o terroir ganha destaque principalmente se citamos países como Portugal, França e Itália, onde a vida da população e a história das regiões se unem. 

Uma forma de ilustrar o terroir como marca territorial é a utilização da expressão francesa “cru”, geralmente sinônimo de qualidade e excelência, que refere-se a terroirs muito específicos e limitados da França, entre eles La Clape, um dos principais crus do Languedoc. 

Outro exemplo de vinícola que tem como foco aproveitar o melhor do terroir argentino para a produção de vinhos de alta qualidade, utilizando diferentes métodos de vinificação e variedade de uvas é a Las Perdices, aos pés da Cordilheira dos Andes.

Além da Malbec, Bonarda e Torrontés, castas típicas da Argentina, há o cultivo de outras 14 variedades, entre tintas e brancas.

Sugestões de rótulos de terroirs de destaque

Agora que você já sabe tudo sobre terroir e qual sua importância, escolha seu rótulo favorito em nosso site para acompanhar sua jornada pelo Winepedia!

Escrito por: Wine