Abrir Menu Fechar Menu Abrir Campo de Pesquisa Fechar Search
Diário do Winehunter

Chile, Argentina e Uruguai em degustação

30 março 2016
  • 861 visualizações
  • 4 comentários

Um tour de degustações por vinícolas no Chile, na Argentina e no Uruguai. Confira.

Neste ano já foram muitas as atividades que tivemos para correr atrás. E, claro, as viagens também já recomeçaram. Meu primeiro roteiro do ano foi um tour de degustação por países da América do Sul: Chile, Argentina e Uruguai.

Fui acompanhado pelo amigo e COO da Wine, Ricardo Buteri. Juntos, visitamos conhecidos, fizemos novos parceiros, conhecemos projetos e vivenciamos de perto a atual safra dessas regiões.

Nossa primeira parada foi o Vale do Maipo. Partimos da capital Santiago para o painel de degustação preparado pela equipe de enólogos e amigos da vinícola Ventisquero. O registro é o que está acima, em que Ricardo e eu aparecemos com camisa preta, no canto direito.

Ainda na Ventisquero, aproveitamos para conhecer alguns experimentos e estudos dos enólogos da vinícola. Tudo muito interessante e em desenvolvimento nas barricas de inox. Olha só:

Dica de leitura:  Vinícola exclusiva: a histórica Urmeneta

Diário do Winehunter

De lá, seguimos para Cachapoal ao encontro dos amigos da Calyptra, o produtor Pepe Zahir e o enólogo François Massoc. Ali, provamos vinhos inusitados da reserva pessoal de François, como um Sauvignon Blanc de 2007, incrível. Também descobrimos novos projetos da vinícola e provamos, em primeira mão, um exemplar que, com certeza, será mais um sucesso dessa boutique, o Vivendo Pinot Noir.

Diário do Winehunter

No outro dia, por pouco não perdemos o voo. Nos empolgamos com o painel apresentado por Marcelo Papa, enólogo da Concha y Toro e o projeto Premium da Maycas del Limarí. Mas, mesmo assim, seguimos para Mendoza, Argentina, que já se preparava para a Festa da Vindima. A cidade ferve nessa época. Ainda no aeroporto, encontramos nossa querida amiga Erika Goulart que nos apresentou um verdadeiro tesouro: a Gran Vin safra 2010 em blends diferentes, intensos, elegantes e especiais.

Dica de leitura:  Por que girar a taça de vinho?

Diário do Winehunter

Da Argentina, seguimos para o Uruguai e, em Montevidéu, nossa primeira parada foi com a tradicional família Carrau, que nos apresentou brancos intensos e muito interessantes. Os tintos de fama internacional, já conhecia, são impecáveis. Ainda nessa Bodega, tive um encontro inusitado com As mujeres del vino de Uruguay, uma confraria divertida que vive à caça de bons vinhos. Muito divertidas.

Diário do Winehunter

Nosso último destino foi a Viñedo de los Vientos, dos criativos Pablo Fallabrino e Mariana Cerutti, um lugar especialmente lindo. Vale muito a pena conhecer!

Fechamos com uma parrilla uruguaia deliciosa preparada por essa família de astral maravilhoso. Bárbaro!

Diário do Winehunter

Saúde e até a próxima viagem!

Escrito por: Vicente Jorge

Winehunter, já lecionou em cursos de sommelier e tem mais de 22 anos de experiência no mundo do vinho.