Abrir Menu Fechar Menu Abrir Campo de Pesquisa Fechar Search
Harmonização de A a W

Receita de feijoada: dicas e ingredientes para o preparo

17 outubro 2020
  • 3990 visualizações
  • 1 comentários

Prato típico brasileiro, feijoada combina sim com vinho! Confira uma receita fácil e deliciosa para preparar o prato!

O que mais tem por aí é receita de feijoada. Mas, a que vamos te apresentar agora é especial. Ela é feita para você aproveitar momentos felizes ao lado dos seus e ainda curtir com um bom vinho.

Carregada de muita história, existem várias versões que narram o surgimento da feijoada. Ao contrário do que muitos pensam, a origem desse prato saboroso e rico não é no Brasil. A feijoada é originária do norte de Portugal, mas tornou-se uma das receitas mais populares e típicas do nosso país.

Uma versão comum é que o prato é uma adaptação local do cozido português e de outros pratos que surgiram na Europa, que continham na receita carnes variadas e feijão. 

Outros historiadores afirmam que o prato foi inspirado no Cassoulet, originário da França, no qual mistura-se as carnes do porco com feijão branco. 

Mas a boa notícia é que a feijoada não é uma receita de preparo difícil. Com uma seleção de bons ingredientes e uma pitada a mais de tempo na preparação, o prato fica saboroso e conquista todos na mesa. 

“E ela combina com vinho?“, você deve estar se perguntando. É claro que sim! Esqueça a caipirinha e experimente essa gostosura harmonizada com um bom exemplar. É uma experiência surpreendente e deliciosa. Veja como preparar esse prato na Harmonização de A a W deste mês: 

Confira!

Dicas de preparo e ingredientes

Escolha as carnes certas

O primeiro passo para garantir o sabor da sua feijoada, é escolher as carnes corretamente. Para que ele fique bem completinho, o ideal é colocar costela, linguiça, carne seca, rabo, orelha e pé de porco. 

Esses ingredientes, principalmente os três últimos, irão deixar o caldo muito mais cremoso. 

Temperos 

Apesar da feijoada ser um prato salgado devido às carnes, utilizar um tempero especial também contribui para que a receita fique ainda mais saborosa. 

Uma boa aposta é o “buquê” de folhas de louro, alecrim e tomilhos amarrados e sal. Coloque-os junto com o feijão enquanto ele cozinha e depois você pode retirar. 

Receita da feijoada 

Ingredientes para a receita de feijoada

  • – 500g de carne-seca
  • – 500g de costelinha de porco
  • – 500g de feijão preto
  • – 100g de bacon em cubos
  • – 350g de linguiça calabresa defumada cortada em rodelas grossas
  • – 1 unidade de orelha de porco
  • – 1 unidade de pé de porco
  • – 2 unidades de rabo de porco
  • – 350g de paio cortado em rodelas
  • – 1,5L de água fervente
  • – 1/2 xícara de chá de suco de laranja
  • – 3 cubos de caldo de bacon ou de feijão
  • – 3 folhas de louro

Como preparar a sua feijoada

Dica de leitura:  Receitas para harmonizar com a linha W Explorer Series

Dica de leitura:  O que combina com vinho: dicas de harmonização

1) Um dia antes de preparar a receita de feijoada, coloque o pé, a orelha e os rabos de porco em uma tigela com água para tirar o excesso de sal. Troque a água de 3 a 4 vezes para tirar o excesso de sal. 

2) Faça o mesmo processo com a carne-seca e a costelinha de porco.

3) Deixe o feijão de molho na água também, de um dia para o outro.

4) Tire o pé, a orelha e os rabos do porco da água e coloque-os em uma panela de pressão, acrescentando água até cobri-los.

5) Cozinhe em fogo médio por 20 minutos, a partir do início da pressão.

6) Desligue o fogo, espere sair o vapor, abra a panela, retire o pé, a orelha e os rabos. Corte em pedaços pequenos e reserve.

7) Escorra a carne-seca e a costelinha e coloque na mesma panela.

8) Cubra com água e cozinhe em fogo médio por 15 minutos, contados a partir do início da pressão.

9) Desligue o fogo, espere sair o vapor, abra a panela e corte as carnes em pedaços pequenos. Reserve.

10) Na mesma panela, frite o bacon na própria gordura. Reserve.

11) Em seguida, frite a linguiça calabresa e o paio.

Dica de leitura:  Dourando a pizza

12) Agora, é só juntar todas as carnes com o feijão que ficou de molho.

13) Dissolva os cubos de caldo na água fervente e coloque na panela.

14) Acrescente as folhas de louro ou buquê de temperos e cozinhe, na mesma panela de pressão, por mais 20 minutos.

15) Retire do fogo, aguarde sair todo o vapor e verifique o cozimento. Se necessário, cozinhe por mais 10 minutos, sem pressão.

16) Junte o suco de laranja e deixe ferver por 5 minutos.

Como acompanhamento da feijoada, você pode servir laranjas fatiadas, couve crua picada, arroz, farofa de manteiga e molho de pimenta. 

Vinhos para harmonizar com feijoada

Para acompanhar uma boa feijoada, é preciso que o vinho tenha acidez elevada, para limpar a gordura da proteína animal do paladar e também para amenizar o sal. Baixo teor alcoólico também é importante para que o sal não potencialize a sensação alcoólica da bebida. E, por fim, é bom um vinho versátil, para que combine com todos os ingredientes e acompanhamentos do prato. 

O par perfeito é o espumante. Esse tipo de vinho tem acidez alta, baixo volume de álcool e são genuinamente versáteis. Vale apostar tanto nos brancos quanto nos rosés. 

Entre os tranquilos, os vinhos rosé são ótimos para esse prato. Eles oferecem acidez aliada à estrutura. Os brancos também vão muito bem com feijoada, pois têm acidez mais elevada. 

Mas, se você for do time dos tintos, prefira os menos tânicos e com pouca ou nenhuma madeira, pois tanino aumenta a percepção de sal. Outra opção é ir de meio seco, já que o açúcar residual neutraliza o sal. 

Lembre-se: independente do tipo de vinho escolhido, prefira os com teor alcoólico baixo. 

Champagne Montaudon Brut – Com notas de mel, pão e fermento no aroma, este exemplar preenche o paladar com sua cremosidade, frescor e delicada perlage.

Vinho Dádivas Tempranillo 2014 – Tinto que exibe uma interpretação jovial, descontraída e versátil da uva Tempranillo, obra da vinícola Lidio Carraro.

Porta Soprana Lambrusco di Sorbara DOC Secco – Leve e com boa intensidade aromática, refrescante e muito fácil de agradar.

Partridge Flying Malbec Rosé 2019 – 24282 – Elaborado com a uva Malbec, esse rosé tem estrutura para suportar o peso do prato, boa acidez e final frutado.  

Que Guapo Branco 2019 – 23272 – Um exemplar descontraído que mescla as uvas Chardonnay, Viognier e Torrontés, o que traz frescor e ótima acidez.

V9 Reserva Carménère 2018 – 22181 – Corpo de leve para médio, com taninos redondos, boa acidez e final persistente, deixando o retrogosto limpo dos sabores do prato.

E aí, ficou com vontade de testar essa receita saborosíssima e degustar com um bom vinho?

Conta pra gente qual é a sua escolha!

Escrito por: Wine