Abrir Menu Fechar Menu Abrir Campo de Pesquisa Fechar Search
Harmonização de A a W

Fondue e vinho

25 julho 2018
  • 12696 visualizações
  • 0 comentários

Fondue e vinho são uma combinação irresistível para o inverno! Conheça a história do fondue e várias dicas para você harmonizar essas duas delícias.

Fondue e vinho? É claro que sim! O inverno é uma estação que chama comida, principalmente, aquelas destinadas “para aquecer”. Para muitas pessoas, essa sensação existe independentemente do clima da cidade em que se reside. E, entre as diversas opções gastronômicas dessa estação, está o fondue.

A origem do Fondue

O nome “fondue” vem da palavra francesa “fondre”, que significa fundir, derreter. Mas, apesar do nome ter raízes francesas, a origem desse prato traz indícios de que sua história começou na Suíça. Ao longo do rigoroso inverno do país, quando os alimentos frescos acabavam, os camponeses misturavam queijo, pão e vinho, pois eram os ingredientes mais resistentes ao tempo.

Com isso, já podemos ter em mente que o fondue original é o de queijo. Em 1930, a União Suíça de Queijos declarou que o fondue era um prato oficialmente suíço. Já as versões de carne e chocolate, tidas como “modernas”, foram criadas nos Estados Unidos.

Como o Fondue é feito

O fondue é preparado em uma panela chamada Caquelon, que é mantida quente por um “réchaud”, uma pequena chama colocada embaixo para mantê-la aquecida durante toda a refeição. A forma de comer, mergulhando diretamente na panela um pedaço de pão ou de fruta (para os fondues de queijo ou chocolate), com um garfo de cabo alongado, é um de seus charmes.

Dica de leitura:  Doces feitos com vinho: 5 receitas para você arrasar

Existem diversas receitas e diferentes formas de aproveitar o fondue, que combina tanto com uma reunião entre amigos, quanto um jantar a dois.

Confira alguns tipos de fondues e sugestão de vinhos para acompanhar.

Fondue de queijo

Feito com um ou mais tipos de queijos, sendo o Gruyère, o Emmental e o Gouda os mais utilizados, o fondue de queijo também conta com um pouco de vinho branco na receita. Para mergulhar no queijo, pode-se utilizar pão, batata, legumes, e o que você achar que combina.

Para harmonizar, você pode escolher vinhos tintos leves e frutados ou brancos com boa acidez, pouca ou nenhuma madeira, como, por exemplo, algum rótulo elaborado com a uva Chardonnay, como o Maycas Reserva Especial Chardonnay 2015 e o Bobal deSanjuan Viñas Viejas D.O.P. Utiel-Requena 2016.

Fondue de chocolate

Geralmente utiliza-se chocolate meio amargo e, como acompanhamento, frutas como morango, banana, uva, e também waffle. A harmonização ideal é com vinhos de sobremesas e licorosos, como o vinho do Porto. Nossas dicas: Viñedo De Los Vientos Alcyone Tannat Dessert Wine e Allesverloren Fine Old Vintage 2011.

Dica de leitura:  Harmonização de verão: vinho com pratos servidos frios ou gelados

Fondue de carne

É composta por cubos de mignon macios, crus e sem tempero. O sabor fica por conta dos molhos que acompanham. Para harmonizar, tintos com bom corpo e boa acidez, como o Bodegas Alceño Calaña D.O. Jumilla Red Blend 2016 e Altivo Vineyard Selection Valle de Uco Cabernet Sauvignon 2015.

Fondue chinês

Segue o mesmo princípio do fondue de carne, mas além da carne bovina também possui carne suína e frango. Combina com vinhos tintos com corpo entre leve e médio e os brancos de boa acidez. Nossas dicas: Barahonda Campo Arriba 2016 e Calyptra Vivendo Reserve D.O. Alto Cachapoal Valley Chardonnay 2016.

Fondue de camarão

Camarões previamente empanados e fritos são mergulhados no fondue de queijos. Harmonize com brancos de boa presença em boca.

Agora é só escolher o seu tipo de fondue preferido e separar o vinho. Caso não tenha a panela, improvise fazendo em uma comum esquentando no fogão mesmo, o que não pode é deixar de provar essa maravilha que, por sinal, deveria ser feita durante todo o ano, independente da estação.

Escrito por: