Sommelier Wine

Vinhos pontuados e seus sistemas de pontuação

04 fevereiro 2019
  • 28100 visualizações
  • 0 comentários

Um vinho bem avaliado pela crítica sempre dá o que falar. Veja alguns pontos importantes sobre esse tema.

Falar de vinhos pontuados e dos críticos especializados sempre rende assunto. Afinal, existem diversos sistemas de avaliação, com diferentes linhas de raciocínio e muitas questões envolvidas, como o terroir, as influências climáticas, a tipicidade da região, a composição das uvas, os tipos e tempos de amadurecimento, as características olfativas e gustativas, entre outras. Logo, um mesmo rótulo pode receber pontuações diferentes a cada safra.

A avaliação de alguns críticos especializados no mundo do vinho influencia muito no mercado, inclusive sobre o preço final dos exemplares.

O fato é que, devido à grande diversidade de rótulos no mundo, em caso de dúvida, as pontuações e os comentários dos críticos podem ajudar na hora da escolha. Mas, antes de nos aprofundarmos no tema, não devemos esquecer que o melhor vinho é aquele que agrada o nosso paladar, independentemente da pontuação, fama ou preço.

O crítico Robert Parker é sinônimo de inovação nessa área. Ele desenvolveu o sistema de 100 pontos, que foi amplamente aceito e passou a ser utilizado por outros avaliadores. Os vinhos avaliados no sistema de 100 pontos começam com nota 50. Em seguida, a avaliação credita pontos para as características visual, olfativa, gustativa e para o potencial de envelhecimento e o nível geral de qualidade.

No sistema de 100 pontos, as pontuações são divididas nas seguintes categorias:

No sistema de 100 pontos, as pontuações são divididas nas seguintes categorias:

Excepcionais – 96 a 100

Excelentes – 90 a 95

Muito bons – 80 a 89

Médios – 70 a 79

Abaixo da média – 60 a 69

Inferiores e inaceitáveis – 50 a 59

Vale lembrar que todo vinho pontuado é relevante porque todos eles apresentam uma qualidade acima da média, incluindo os que possuem pontuação abaixo de 90, que podem nos revelar grandes surpresas.

Pontuadores do mundo do vinho

Robert Parker [RP]

Robert Parker é uma das maiores autoridades do mundo do vinho. Suas notas e comentários possuem o poder de fazer desaparecer ou encalhar rótulos nas prateleiras de lojas do mundo inteiro.

Ele possui um site oficial, que disponibiliza alguns conteúdos apenas para assinantes, e também um guia impresso bimestral, o The Wine Advocate. Parker segue uma escala de 50 a 100 pontos, critério inventado por ele e que hoje é amplamente utilizado por outros pontuadores.

Todo vinho inicia com a base de 50 pontos, os outros 50 são divididos em diferentes critérios, sendo até 5 pontos para a cor, até 15 para os aromas, até 20 para as características gustativas (equilíbrio, intensidade, sabor, acabamento), e até 10 para o potencial de evolução e envelhecimento. Além dos pontos, Parker também publica comentários sobre os vinhos, artigos, avaliação de safras.

Dica de leitura:  O doce Vinho de Palha

Decanter World Wine Awards [DWWA]

Revista impressa inglesa, com tiragem mensal. Além de pontuar vinhos de todo o mundo, seguindo o sistema de 50 a 100 pontos, a revista também pontua com medalhas de ouro, prata e bronze e publica diversas listas, como por exemplo, os melhores do ano.

Todo mês, ela publica artigos sobre o mundo do vinho e suas tendências. A revista também oferece comentários sobre vinhos e vinícolas. A Decanter também faz publicações em seu site oficial, porém, algumas informações são visíveis apenas para assinantes.

Wine Spectator [WS]

Publicação norte-americana com estilo parecido ao da revista Decanter. Entretanto, tem maior influência nos Estados Unidos e na América em geral. Também pontua os vinhos de 50 a 100, seguindo o sistema desenvolvido por Robert Parker.

Além dos pontos, também elege vinhos em algumas categorias como: altamente recomendado, colecionáveis, preços baixos, melhores valores, seleções de espectadores, seleções para adega, melhores compras, os melhores do ano e o Top 100 Values. As pontuações e os conteúdos sobre o mundo do vinho também são publicados em um site oficial, que restringe algumas informações apenas para assinantes.

Wine Enthusiast [WE]

Publicação impressa norte-americana que está entre as maiores revistas do mundo com especialização em vinhos e outras bebidas. Avalia os vinhos com o sistema de 50 a 100 pontos e uma das suas pontuações mais comentadas é o Best Buys que pontua os vinhos por faixas de preço.

Vários autores são os responsáveis pela publicação mensal, considerada a terceira maior dos EUA. Assim como os outros, também possui um site oficial com diversas publicações relacionadas ao mundo do vinho.

Vinous

Comandada por Antonio Galloni e Stephen Tanzer, a Vinous é uma publicação considerada moderna. Com uma equipe composta por renomados críticos e escritores, o site oficial publica diversos artigos sobre o mundo do vinho, notas de degustação, dicas, entre outras informações.

O site oferece assinatura para quem deseja ter acesso a todos os conteúdos. O sistema de pontuação utilizado pela Vinous é a escala de 100 pontos, porém, diferente de outros, a pontuação mínima é 75.

Dica de leitura:  Quando, como e por que decantar um vinho?

 

Guía Peñín [GP]

Especializado em rótulos espanhóis, o Guía Peñín é uma publicação impressa anual, que avalia os vinhos seguindo o sistema de 50 a 100 pontos de Robert Parker. No livro impresso são divulgadas as pontuações iguais ou superiores a 80 pontos, no site oficial é possível encontrar todas as pontuações, incluindo as que são abaixo desse valor.

O guia também traz classificação das últimas safras, comentários dos exemplares e breves conteúdos sobre regiões e Denominações de Origem. O site oficial oferece diversas informações, algumas restritas apenas para os assinantes.

Jancis Robinson [JR]

Uma das críticas mais respeitadas do mundo do vinho, a britânica Jancis Robinson escreve diariamente para o site que leva o seu próprio nome.

Com um sistema de pontuação de 12 a 20 pontos, Jancis também é conselheira da adega da Rainha Elizabeth II. Com um vasto estudo sobre os tipos de uva, ela além de publicar as pontuações que concede aos vinhos, também divulga comentários, avaliações de safras e diversos artigos.

Gambero Rosso [GR]

Esse guia anual pontua especificamente os vinhos da Itália e possui um sistema diferente, que vai de 0 a 3 Bicchieri, taças em italiano. Os produtores que conquistam Tre Bicchieri (3 taças) por 10 vezes consecutivas são premiados como uma Stella (estrela). Além de pontuar, o guia também publica comentários sobre os rótulos analisados.

Descorchados [DS]

Esse guia anual impresso, pontua vinhos da Argentina, Brasil, Chile e Uruguai, utilizando o sistema de 100 pontos, sendo que o mínimo são 80.

Além das pontuações numéricas, o guia também elege os melhores de cada país, em diferentes categorias, como: o melhor tinto, o melhor branco, vinho revelação do ano, marca ou linha revelação, vinícola revelação, os melhores de cada uva ou estilo (espumantes, rosés, doces), os eleitos por vales ou regiões e super preços.

Atualmente considerado um dos mais respeitados guias de vinhos da América do Sul, o Descorchados é assinado pelo crítico Patricio Tapia.

James Suckling [JS]

O site é comandado pelo norte americano James Suckling, que já foi considerado pela revista Forbes um dos mais poderosos críticos de vinhos do mundo. Em seu site, ele avalia vinhos de todo o mundo, com o sistema de 100 pontos, sendo que o mínimo são 90. Além das pontuações, Suckling publica outros conteúdos interessantes, alguns disponíveis apenas para assinantes.

Recomendamos para você:

( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
( )
R$##,##
Sócios ClubeW: R$##,##
CONFIRA
Escrito por: Nicole Batista

Sommelière e Bacharel em Química, fez imersão em algumas regiões vitivinícolas da Europa e América do Sul.