Abrir Menu Fechar Menu Abrir Campo de Pesquisa Fechar Search
Curiosidades

Conheça alguns dos enólogos famosos no mercado de vinhos

16 agosto 2021
  • 1863 visualizações
  • 0 comentários

O profissional é responsável por elaborar e acompanhar cada etapa da produção de um vinho. Saiba mais sobre a história de enólogos de destaque

O processo de produção de um vinho envolve muitas etapas e um dos profissionais envolvidos precisa estar por dentro de todos os detalhes e procedimentos: se você também é um apaixonado pelo mundo de Baco, já deve ter ouvido falar sobre os enólogos, certo?

Desde o cultivo e seleção das uvas até o vinho ser engarrafado e ficar pronto para chegar ao mercado, é o enólogo que domina todas as fases da elaboração e que merece todo o reconhecimento e fama pela existência de bons exemplares nas adegas.

Dica de leitura: Semelhanças e harmonizações em comum entre vinho e cerveja

Embora seja inegável a importância de cientistas famosos como Louis Pasteur e Jean-Antoine Chaptal para o avanço da viticultura moderna, o estudo da ciência de produzir vinhos começou a se profissionalizar mesmo no final do século XIX, com a inauguração da primeira escola de enologia do mundo, na Itália

É também um francês que ostenta a fama de pai da enologia moderna: Émile Peynaud, falecido em 2004, mas com um vasto legado difundido pelo mundo. Peynaud conscientizou produtores quanto ao controle da temperatura durante a fermentação da bebida e também avançou nos estudos da fermentação malolática, etapa do processo responsável por reduzir a acidez e acrescentar textura ao vinho.

No Brasil, o primeiro curso de Viticultura e Enologia foi iniciado em 1959, em Bento Gonçalves, cidade considerada até hoje o berço da enocultura brasileira na Serra Gaúcha, responsável por revelar enólogos famosos atualmente tanto no mercado interno quanto em outros países consumidores. 

Enólogos brasileiros famosos

Embora a fundação do primeiro colégio de Viticultura e Enologia tenha ocorrido no final dos anos 1950, a profissão de enólogo/enóloga só foi regulamentada no país em 2007. 

Conheça algumas figuras importantes que unem tradição e modernidade na enologia brasileira!

1. Firmino Splendor

Foto de Firmino Splendor, um dos enólogos famosos do Brasil

O enólogo e professor Firmino Splendor, natural de Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, é um dos pioneiros nos estudos enológicos em terras brasileiras, e participou ativamente do desenvolvimento dos processos de fabricação de vinhos em sua região, onde ainda atua. 

Em 2019, lançou o livro “60 anos da Escola de Viticultura e Enologia de Bento Gonçalves”, em que reúne parte da trajetória como ex-aluno da primeira turma do curso técnico do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, e também como ex-professor (hoje aposentado). 

Em outra obra, “A Epopeia da Uva Isabel no Rio Grande do Sul”, Splendor traz fatos históricos que mostram a importância da casta para a expansão da atividade enológica no Brasil. 

2. Gregório Salton

Foto de Gregório Salton, um dos enólogos famosos do Brasil.

Com mais de um século de história, a vinícola Salton tornou-se sinônimo de tradição quando o assunto é a produção nacional de bons vinhos. 

Nos últimos anos, quem tem ajudado a escrever os novos capítulos para manter a vinícola no topo é o jovem enólogo Gregório Salton, integrante da quarta geração da família. 

O especialista passou cerca de sete anos na Argentina, onde estudou a fundo sobre o ofício e também trabalhou na área. 

Hoje, Gregório Salton aplica tudo o que aprendeu em uma das maiores e mais importantes marcas de vinhos do Brasil.  

Ele é um dos responsáveis pelo projeto Malbec Classic, realizado pela Salton em parceria com o grupo argentino Peñaflor.

3. Adriano Miolo

Foto de Adriano Miolos, um dos enólogos famosos do Brasil.

Enólogo e superintendente da Miolo, Adriano Miolo também faz parte da quarta geração de sua família, que começou produzindo uvas ainda em 1897, e passou a elaborar o próprio vinho quase 100 anos mais tarde, em 1995. 

Adriano foi o enólogo responsável por safras premiadas e famosas da vinícola, e tem contribuído para a evolução dos vinhos nacionais.

Em 2007, foi eleito o Enólogo do Ano pela Associação Brasileira de Enologia (ABE), instituição que também chegou a presidir mais tarde. 

Sob a batuta de Adriano Miolo, o grupo produz em média 10 milhões de litros de vinho a cada ano, em uma área cultivada de vinhedos próprios, que somam cerca de mil hectares.

Além disso, a Miolo exporta vinhos brasileiros para mais de 30 países.

4. Monica Rossetti

Foto de Monica Rossetti, uma das enólogas mais famosas do Brasil.

Com carreira consolidada na Itália, Monica Rossetti também nasceu em Bento Gonçalves, e começou a trabalhar com vinho em 2000, ainda aos 17 anos, mas não por influência da família. 

O encanto pelo universo dos vinhos surgiu durante uma visita trivial à escola de Enologia, ainda durante a adolescência. 

Anos mais tarde, Monica cursou a formação superior em Enologia e Viticultura no Brasil e concluiu a especialização em Enologia, Viticultura e Mercados Vitivinícolas na Universidade de Udine, na Itália. 

Há mais de uma década a enóloga presta consultoria técnica para vinícolas italianas de destaque.

A experiência nos dois continentes, Europa e América do Sul, contribuiu para que Monica Rossetti desenvolvesse um método de viticultura e enologia de precisão, conhecido como animavitis. 

A enóloga, também embaixatriz do espumante brasileiro na Itália, contabiliza 36 colheitas ao longo dos mais de 20 anos de profissão. 

5. André Larentis

Foto de André Larentis, um dos enólogos famosos do Brasil.

André Larentis é outro expoente de destaque da nova geração de enólogos famosos pelo trabalho de excelência desempenhado no Brasil.

Atualmente, o enólogo André Larentis assina os vinhos da marca de sua família, originada no Vale dos Vinhedos, e também integra a diretoria da Associação Brasileira de Enologia (ABE), que promove anualmente o concurso Enólogo do Ano.

Ele começou com as experiências aos 12 anos, depois de furtar uvas e leveduras da vinícola da família e colocar para fermentar em garrafas pet. 

Com o passar dos anos, teve oportunidades de aprendizado em lugares como a Califórnia, nos Estados Unidos, e em países da Europa.

A família Larentis foi uma das primeiras a cultivar variedades como Chardonnay e Cabernet Sauvignon em terras brasileiras, no final da década de 1970, e André Larentis mantém o legado de vanguarda da família.

Outros nomes famosos da enologia

Além dos nomes já conhecidos que citamos acima, existem diversos outros enólogos famosos. Muitos deixaram sua contribuição à história do vinho, enquanto outros continuam a ajudar a construir a trajetória de nossa bebida favorita. 

Conheça mais alguns enólogos de fama mundial!

  • Família Ribéreau-Gayon

O mentor de Émile Peynaud, Jean, era filho do também enólogo Ulysse Ribéreau-Gayon. A tradição do vinho continuou na família, e o filho de Jean, Pascal Ribéreau-Gayon, também se especializou na área. 

Pascal desenvolveu pesquisas relacionadas principalmente aos polifenóis das uvas. O enólogo faleceu em Bordeaux, em maio de 2011, aos 80 anos.

  • Michel Rolland

Um dos maiores enólogos do mundo, Michel Rolland nasceu em Bordeaux, em 1947.

Conhecido pelo perfeccionismo com o processo de elaboração dos vinhos, Rolland atua nos dias de hoje como consultor, e acumula mais de 200 clientes ao redor do mundo. O famoso enólogo ainda mantém a Bodega Rolland em sua terra natal. 

No final dos anos 1980, durante uma visita à América Latina, Michel Rolland apaixonou-se por Mendoza. Desde então, passou a investir também em projetos na renomada região argentina. 

  • Pascal Marty

Formado em engenharia agrônoma e em enologia, Pascal Marty é mais um enólogo francês que se destaca na atualidade. 

Ele foi responsável pela criação de renomados rótulos californianos, mas radicou-se no Chile. Marty tornou-se reconhecido no mercado pelo vasto conhecimento e técnica na elaboração de vinhos chilenos de qualidade.

Agora que já conhece alguns dos enólogos mais famosos e reconhecidos, acesse a Winepedia e confira outras curiosidades e sugestões sobre o mundo dos vinhos!

Escrito por: Wine