Ajuda
Monte das Ânforas 2015
Wine.com.br

Sua WineBox
está vazia

Monte das Ânforas 2015 (750 ml)

Monte das Ânforas 2015

Foto ilustrativa

Portugal

Portugal

Tinto

Assemblage

Blend português com aromas de frutas vermelhas, como cerejas e ameixas, com notas de especiarias e fundo floral. Em boca é macio, de médio corpo, com taninos firmes e boa acidez. Seu rótulo traz algumas imagens de ânforas que também dão nome ao exemplar e fazem referência ao passado do Alentejo, que, devido a dificuldade de encontrar boas madeiras para a elaboração dos toneis e pipas de fermentação, recorria a essas peças para a vinificação.

— Sommelier Wine
Monte das Ânforas 2015
  • Safra 2015
  • Conteúdo 750 ml
  • Tipo Tinto
  • Classificação Seco
Elaboração
  • Uva Aragonês (60%), Trincadeira (40%)
  • Teor Alcoólico 14% ABV
Terroir
  • País Portugal
  • Região Alentejo
  • Vinícola Bacalhôa Vinhos de Portugal
Sommelier Wine
  • Visual Coloração: Rubi.
  • Olfativo Frutas vermelhas, como cerejas e ameixas, com notas de especiarias e fundo floral.
  • Gustativo Macio, de médio corpo, com taninos firmes e boa acidez.
  • Harmonização Picanha suína com legumes, contra-filé na brasa, lasanha gratinada, pizzas variadas, berinjela com queijo ao forno, mix de queijos e embutidos.
Serviço
  • Temperatura de Serviço 15 °C
  • Estimativa de Guarda 4 anos
Dica
  • Como conservar o seu vinho Para o vinho mostrar todo o seu potencial quando for degustado, ele tem de ser armazenado em ambiente fresco, com controle de temperatura e umidade, livre de trepidações e sem contato com a luz.

Sobre a vinícola

Bacalhôa Vinhos de Portugal
  • Bacalhôa Vinhos de Portugal

  • Ano de Fundação 1922
  • Propriedade 1.000 hectares
  • Produção anual 20.000.000
Avaliação dos Clientes

0

Deixe sua avaliação

Você precisa estar logado e ter comprado o produto para avaliá-lo.

Safra
Monte das Ânforas 2015

750 ml
Sommelier Wine:

Blend português com aromas de frutas vermelhas, como cerejas e ameixas, com notas de especiarias e fundo floral. Em boca é macio, de médio corpo, com taninos firmes e boa acidez. Seu rótulo traz algumas imagens de ânforas que também dão nome ao exemplar e fazem referência ao passado do Alentejo, que, devido a dificuldade de encontrar boas madeiras para a elaboração dos toneis e pipas de fermentação, recorria a essas peças para a vinificação.