Abrir Menu Fechar Menu Abrir Campo de Pesquisa Fechar Search
Vinhos

Criatividade e inovação: conheça os vinhos chilenos da linha Mosaiko

27 novembro 2021
  • 201 visualizações
  • 0 comentários

A combinação de fatores climáticos perfeitos permitiu o lançamento desta linha ousada e criativa da Viña Calyptra, que tem vinhas no Vale do Cachapoal. Saiba mais sobre os rótulos premiados da linha Mosaiko!

Um verdadeiro mosaico de paisagens e de condições climáticas que favorecem o cultivo de vinhedos únicos que proporcionam vinhos de alta qualidade. 

É assim que podemos definir a região do Vale do Cachapoal, no Chile, onde são colhidas as uvas para a produção dos rótulos Mosaiko, proposta ousada e criativa da vinícola chilena Calyptra.

A história da Viña Calyptra tem início em 1989, quando o médico cirurgião plástico José Zarhi adquiriu uma propriedade na região do Vale do Cachapoal, e começou a produzir uvas.

Dica de leitura: Vinhos nacionais: curiosidades a produção e os rótulos imperdíveis

Ao degustar os vinhos produzidos ali, Zarhi notou um sabor único e decidiu lançar sua própria vinícola, hoje premiada e reconhecida internacionalmente. 

A linha Mosaiko é uma das mais requisitadas pelo público brasileiro, conhecido por apreciar bastante os rótulos chilenos, cada vez mais relevantes no mercado internacional.

Com exemplares frutados, de aromas e sabores intensos, a linha é muito concorrida também por conta do bom custo-benefício.

Curiosidades gerais sobre a linha de vinhos Mosaiko

  • A região de cultivo das uvas, o Vale do Cachapoal, é um dos vales mais férteis do Chile, com influência da Cordilheira dos Andes e da Cordilheira da Costa. A região, junto com a localidade de Colchágua, forma o Vale de Rapel.
  • Estima-se que mais de 80% dos vinhedos da propriedade sejam de uvas tintas, geralmente negras e concentradas de açúcares, o que traz vinhos profundos e potentes.
  • Além de boas uvas e bons vinhos, a região tem uma combinação de paisagem de tirar o fôlego, com por do sol, brisa e cores marcantes a cada nova estação do ano.
  • A região onde as uvas são cultivadas está a cerca de 1.000 metros acima do nível do mar. 
  • Todos os vinhos Mosaiko são feitos com uvas próprias, escolhidas à dedo e colhidas em um processo cuidadoso manual.
  • Ainda que a linha tenha sido lançada recentemente e a vinícola seja mais jovem que outras tradicionais chilenas, os rótulos Mosaiko vem conquistando espaço no mercado internacional, com premiações e reconhecimento mundial.
  • O clima mediterrâneo constante da região do Cachapoal faz com que as condições sejam perfeitas para o cultivo de uvas como Cabernet Sauvignon, Sauvignon Blanc e Syrah, principalmente.
  • A linha é conhecida por unir o mundo dos vinhos à arte, e chama a atenção o design dos rótulos, que ressaltam o mosaico da proposta principal.

Sugestões de rótulos Mosaiko à venda na Wine

Entre os exemplares Mosaiko selecionados pelos WineHunters que integram a equipe Wine, se destacam rótulos tintos e brancos, indicados para os mais diversos paladares.

Todos eles foram pontuados em premiações relevantes do mundo dos vinhos. O tinto Mosaiko Reserva D.O. Valle de Cachapoal Cabernet Sauvignon 2018, por exemplo, é uma boa pedida para jantares com carnes bem temperadas e assadas.

Dica de leitura: VIK: arquitetura de luxo e vinhos chilenos de excelência

Os vinhos brancos da linha, por outro lado, pedem pratos mais leves, à altura da Sauvignon Blanc cultivada e colhida cuidadosamente para a produção dos vinhos Mosaiko.

Quer saber mais sobre os rótulos Mosaiko? Confira abaixo as sugestões!

Mosaiko Reserva D.O. Valle de Cachapoal Cabernet Sauvignon 2018

Este tinto é preparado de uma forma pouco usual, a partir de um blend de uvas da mesma variedade, a Cabernet Sauvignon, só que cultivadas em cinco vinhedos diferentes. É este mosaico de aromas e sabores que é retratado no rótulo da bebida, de design marcante.

Premiado em 91 Pontos pelo Master of Wine Tim Atkin, demonstra personalidade no paladar e complexidade de aromas, além de ter potencial de guarda de até seis anos.

O amadurecimento deste exemplar se dá 90% em tanques de aço inox e 10% em barricas de carvalho francês de terceiro uso.

O resultado é um vinho com notas olfativas que lembram frutas vermelhas como framboesa, amora e ameixa, além de nuances de chocolate e tabaco.

No paladar, também é frutado, com boa estrutura, suculência e corpo médio. Os taninos são redondos e macios. 

Com boa acidez, é um vinho que vale ser combinado a pratos mais untuosos: picanha ao forno, costelinha suína ao molho barbecue, cogumelos Paris recheados com parmesão, charcutaria em geral e queijos duros.

Mosaiko Reserva D.O. Valle de Cachapoal Sauvignon Blanc 2019

Produzido a partir de uvas da variedade Sauvignon Blanc colhidas manualmente, este vinho branco ganha complexidade de aromas, sabores e corpo ao passar seis meses em tanques de aço inox com as próprias borras. 

Para arredondar cada característica, o vinho ainda passa mais seis meses em garrafa antes de chegar ao mercado.

Ouça também: Wineverso PodcastTécnicas inovadoras na enologia brasileira

O resultado é um vinho com aromas intensos de frutas como maçã verde e pêra, além de flores brancas, com potencial de guarda de até quatro anos. No paladar é fresco, com acidez vibrante e final longo. 

É sugerido para ir à mesa a uma temperatura de 10 °C, para acompanhar pratos leves como abobrinha grelhada, massa recheada com queijo de cabra, robalo assado com legumes e saladas.
Agora que conhece todos os detalhes sobre os vinhos Mosaiko, que tal ficar por dentro de tudo sobre outros rótulos produzidos na América do Sul? Acesse já a Winepedia e conheça os vinhos Dadá, proposta ousada e criativa da vinícola Finca Las Moras!

Escrito por: Wine