Abrir Menu Fechar Menu Abrir Campo de Pesquisa Fechar Search
Experiência Wine

#CabernetDay: saiba mais sobre a data que exalta a Cabernet Sauvignon

07 setembro 2021
  • 980 visualizações
  • 0 comentários

Você sabe tudo sobre a Cabernet Sauvignon? Conheça mais sobre “rainha das uvas” e sobre o dia destinado à sua comemoração

Rainha das uvas tintas: é desta maneira que muitos enófilos gostam de definir a Cabernet Sauvignon

A uva originária de Bordeaux, na França, acabou por se adaptar muito bem ao terroir de outros países como a Itália, a África do Sul e os Estados Unidos, além de também ter vingado bem no Chile e no próprio Brasil

De tão cultivada, consumida e celebrada, a cepa ganhou um dia para chamar de seu no calendário: o #CabernetDay. 

Dica de leitura: Conheça alguns dos enólogos famosos no mercado de vinhos

Na verdade, existem duas datas comemorativas que homenageiam a Cabernet Sauvignon, e o melhor é que as duas estão corretas! 

Alguns apreciadores de vinho comemoram a uva no dia 29 de agosto, enquanto outros reservam sempre a última quinta-feira do mês de agosto para celebrar a casta.

Mas, cá para nós: todo dia é bom para abrir e apreciar um bom exemplar elaborado a partir desta uva, e é por isso que vamos falar mais dela nesta publicação!

Cabernet Sauvignon tem no DNA a qualidade bordalesa

Os mais estudiosos sobre o assunto garantem que a Cabernet Sauvignon nasceu de um cruzamento entre as castas Cabernet Franc e Sauvignon Blanc, ainda em meados do século 18, em Bordeaux, na França

Os vinhos bordaleses estão entre os melhores do mundo, porque a região traz consigo uma tradição histórica quando tratamos de enologia. 

Esta variedade de uva é também conhecida por ser de fácil cultivo, com adaptação rápida a climas e territórios diferentes.

Ouça também: Wineverso Podcastep. 62 – Série uvas – Cabernet Sauvignon

Os países que têm regiões com alta incidência de luz solar se destacam, permitindo com que a uva amadureça da maneira ideal, acumulando os açúcares necessários para a elaboração de boas bebidas.

Com o passar dos anos, diversas localidades passaram a ter destaque na produção da Cabernet Sauvignon: Napa Valley, na Califórnia (EUA); a Toscana, na Itália; e o Vale dos Vinhedos, no Brasil, são alguns dos exemplos. 

Cabernet no paladar: taninos presentes e sabores que impressionam

As uvas Cabernet Sauvignon costumam ter a casca mais grossa e a polpa menor que as demais variedades da fruta. Por isso, o rendimento durante a produção do vinho acaba sendo um pouco mais baixo.

As cascas grossas são mais ricas em taninos, o que reflete também nos vinhos, que costumam apresentar boa estrutura no paladar e aromas frutados e também de especiarias. 

Dica de leitura: Bodegas Esteban Martín: referência espanhola em tradição e sustentabilidade

Mas como a Cabernet Sauvignon é cultivada em todo o mundo, não é possível definir características singulares para os rótulos. Vale a pena se aventurar na degustação!


Os locais de clima mais quente geralmente entregam vinhos mais concentrados e com volume alcoólico mais alto, enquanto as regiões mais frias produzem exemplares com aroma de frutas mais intenso e corpo mais leve no paladar. 

Prove os melhores rótulos de Cabernet Sauvignon disponíveis na Wine

Abaixo reunimos sugestões de bons rótulos produzidos a partir da Cabernet Sauvignon para celebrar o #CabernetDay ou para aproveitar em qualquer ocasião.

São vinhos tintos e rosés produzidos em diferentes lugares do mundo, que demonstram todo o potencial da casta mais cultivada e apreciada. Confira!

Fantinel Borgo Tesis D.O.C. Friuli Cabernet Sauvignon 2018

Amadurecido em barricas de carvalho, este exemplar vem direto do terroir da Denominação de Origem Friuli Grave, na Itália. A região possui solo pedregoso bem peculiar, em que predomina o cascalho.

O resultado do trabalho da vinícola Fantinel é um Cabernet Sauvignon com aromas marcantes de frutas vermelhas e negras, além de especiarias e nuances terrosas.

No paladar, é um vinho de médio corpo, com notas frutadas e um sutil toque amadeirado. Combina com fraldinha churrasqueada, com filé à parmegiana e com risoto de queijo. O poder de guarda é de até cinco anos. 

Viñedo Mar de Piedras Gran Bodegón Cabernet Sauvignon 2020

Este vinho tinto uruguaio é desenvolvido na Sierra de Mahoma, San José, onde o clima é temperado, de noites frias e forte influência marítima nos fatores climáticos. Os rótulos da região costumam ter sabor frutado intenso e notas minerais marcantes.

O exemplar passa por nove meses de maturação em tanques de concreto, potencializando aromas de frutas vermelhas frescas, pimenta e especiarias.

Com potencial de guarda de até sete anos, é uma boa indicação para ir à mesa com pratos como polenta com ragu de linguiça, kafta com molho de hortelã ou lasanha de berinjela defumada. Bem versátil, não?

Atrevida Cabernet Sauvignon 2019

No Sul do Vale do Uco, em Mendoza, a vinícola Manos Negras cultiva vinhedos com mais de 25 anos sob dias ensolarados e noites bem frias. De lá vem o Atrevida, um vinho de textura rica e cheia, com a melhor expressão da Cabernet Sauvignon argentina. 

Bom para ir à taça a 14°C, tem notas olfativas de groselha vermelha, ervas frescas e especiarias doces. Na boca, apresenta taninos presentes e final persistente. 

Experimente-o com churrasco, risoto de filé com champignons, ou com lasanha de calabresa. Penne ao molho de funghi e pizza de tomate seco com provolone completam a lista de bons pratos para acompanhar este rótulo. 

Its Wine OClock Rosé 2020

Um exemplar rosé para demonstrar todo o potencial da Cabernet Sauvignon, que rende bons vinhos de todos os tipos. Este rótulo chileno vem da região do Valle Central, e tem potencial de guarda de até três anos. 

Revela notas envolventes de frutas silvestres no olfato, além de ser fresco no paladar, com boa acidez. 

É um rosé que pode ser apreciado sozinho, como aperitivo, ou em harmonizações leves, como frutos do mar, moqueca, saladas e massas. 

Pointer by Undurraga Reserva Cabernet Sauvignon 2019

Este tinto chileno é denso na taça e apresenta uma complexidade de sabores bastante equilibrada.  Tem breve passagem por barris de carvalho, e deve ir à mesa a 15 °C.

As notas olfativas remetem a frutas negras e especiarias, com um leve toque amadeirado. Na boca, tem corpo de leve para médio, com boa presença gustativa e taninos macios. 

Pode ir bem com pratos descomplicados, como quibe frito, espaguete com cogumelos, hambúrguer com queijo e cebola ou até mesmo com um simples mas saboroso escondidinho de carne moída. 

Ballade Cabernet Sauvignon Rosé 2021

Produzido na Campanha Gaúcha, em clima quente e solo arenoso, este Ballade mostra-se descontraído, jovem e simples, bom para ser consumido no cotidiano.

Tem notas olfativas de frutas como morango e cereja, e na boca é jovem, leve, com acidez bem equilibrada. Vale a pena servi-lo com espaguete com camarões ou outros pratos leves como salada de grão de bico, atum grelhado e frutos do mar. 

E aí, já escolheu seu rótulo favorito de Cabernet? Confira mais informações sobre vinícolas, tipos de uvas e de vinhos, curiosidades sobre o mundo de Baco e muito mais na Winepedia!

Escrito por: Wine