Abrir Menu Fechar Menu Abrir Campo de Pesquisa Fechar Search
Curiosidades

Cores do vinho: saiba o que elas significam

29 julho 2022
  • 137 visualizações
  • 0 comentários

Quanto mais tempo a casca fica em contato com o mosto a ser fermentado, mais intensa é a cor do vinho. Descubra mais sobre

Você também é daqueles amantes de vinho que ficam encantados com as diferentes cores da bebida? Pois é: nós da Winepedia também! Por isso, decidimos trazer para você o que cada uma delas significa. 

Saber sobre a cor do vinho faz toda a diferença na hora de degustar um rótulo, afinal, entender como aquele líquido é produzido, chega naquela consistência e cor, contribui para que a experiência fique ainda melhor e mais agradável. 

Hoje, vamos entender como o vinho ganha cor, como é o processo e se isso tem relação com a idade do rótulo. 

Continue lendo e saiba mais!

O processo de maceração

Antes de começarmos a entender o que significa cada uma das cores do vinho, é preciso compreender onde tudo começa. Como já dissemos por aqui sobre a cor do vinho, os vinhos ganham cor durante os seus processos de maceração, quando o líquido absorve todas as características da casca da uva. 

Nela, se concentram componentes químicos que têm propriedades antioxidantes e que também agregam cor à bebida, chamados de polifenóis. Quanto mais tempo a casca fica em contato com o mosto a ser fermentado, mais intensa é a cor do vinho, que também pode sofrer influência da acidez. Vinhos mais ácidos, por exemplo, tendem a ficar com uma cor mais voltada para o rubi. 

A cor do vinho tem a ver com a idade dele?

Esta é uma pergunta que muitos iniciantes no mundo do vinho costumam fazer. E sim, a cor pode estar relacionada com a idade da bebida.

No entanto, antes de sair por aí jogar o seu vinho fora, é preciso avaliar se a mudança de cor do seu exemplar está realmente relacionada à sua idade ou ao seu armazenamento e conservação, que pode fazer com que o vinho ganhe um tom mais alaranjado, ou ainda se faz tudo parte do seu processo natural. 

Um vinho evolui ao longo do tempo, por isso, sua cor pode representar o tipo de uva e o seu grau de maturidade na colheita, bem como o método de elaboração daquele rótulo.

Arco-íris do vinho 

Cada uma das cores do nosso “arco-íris” do vinho pode ser reflexo de outros diversos fatores, como falado anteriormente.

Diferentemente do padrão dos significados do arco-íris original, em que o verde significa natureza e esperança, e o roxo está associado à magia e ao mistério, cada tonalidade de cor do exemplar conta um pouco sobre a sua história. Além disso, nesse universo não existem cores sólidas e únicas, existem nuances de cores.

O rubi, que citamos ao falar de acidez, consiste em um vermelho brilhante, intenso, mas ainda assim um pouco transparente. Ele geralmente tem um aspecto brilhante, o que o confere um caráter jovem e mais ácido.

Já quando o rótulo traz tons de marrom mais fortes que o vermelho, temos um vinho com análise visual mais voltada para telha, além das cores púrpura e grená, quando o vinho tende a uma cor mais azul ou mais puxada para o laranja amarronzado, respectivamente.

Dica de leitura: Como degustar vinho: um guia completo para entrar neste mundo

Enquanto isso, as bebidas que apresentam um tom roxo em suas composições geralmente são mais jovens e de taninos fortes. Se apresentarem uma coloração mais vermelha e forte (conhecido como vermelho granada) significa que são vinhos em um bom estágio de maturação

Em linhas gerais, quanto mais transparente a cor de um vinho for, menos intenso e encorpado ele será. Quanto menos transparente a cor, mais intenso e encorpado.

Uma cor para cada tipo de uva

Até aqui falamos apenas sobre as cores e níveis de intensidade e encorpamento do vinho quando visto “a olho nu”, mas, como comentamos na seção sobre a idade validade da bebida e a relação com a cor, a própria cor pode já mostrar sobre qual uva foi utilizada para a produção do exemplar. 

Lembra também que no processo de maceração temos a absorção das características da casca da uva? 

Se com a explicação anterior já ficou mais de analisar cada visual, agora, com o tipo de uva que gera determinada cor, não vai ter erro no seu aprendizado. Já pega o papel e a caneta para não esquecer!

Vermelho rubi mais translúcido, menos encorpado e com alto nível de acidez

Uvas:

Vermelho rubi semi translúcido, mais encorpado e com taninos moderados

Uvas:

Roxo/violeta, muito encorpado, taninos altos e cor mais opaca

Uvas: 

Amarelo/verde pálido, menos encorpado, mais transparente e alto nível de acidez

Uvas:

Amarelo dourado, encorpado, brilhante e nível de acidez moderado

Uvas: 

Amarelo amarronzado/bronze, bastante encorpado, acidez baixa

Uvas:

Vinhos Wine com cores esplêndidas

Agora que você já sabe tudo sobre a formação das cores de vinho, conhece as principais e as uvas originárias, nada melhor do que algumas sugestões de vinhos da Wine com cores que merecem ser apreciadas e até compartilhadas nas redes sociais!

Vistamar Winemakers Selection D.O. Valle del Maipo Cab Sauvignon 2018

De cor rubi profunda, este rótulo amadurece 18 meses em barrica de carvalho francês e conta com taninos estruturados e grande potencial de guarda. Avaliado em 91 pontos por Tim Atkin!

Cabriana D.O. Terra Alta 2017

Delicado, macio e com bom final, o Cabriana possui um rubi intenso (ou um roxo/violeta) a partir da uva Syrah. Taninos altos e fruto de um profundo conhecimento da região de Terra Alta, na Espanha. Um produto exclusivo Wine!

Altemura Àpulo I.G.T. Salento Fiano 2020

Da vinícola italiana Masseria Altemura, o exemplar conta com tons amarelo-claros com reflexos esverdeados. Vinho branco seco com notas de mel, frutas e damasco, com bom corpo e leve untuosidade na boca!

Champagne Montaudon Brut

Com sua cor amarelo palha, o Champagne Montaudon Brut preenche o paladar com sua cremosidade, boa acidez, médio corpo e delicada perlage. Elaborado pela Maison Montaudon, uma tradicional casa de Champagne, França, fundada em 1891. Um blend perfeito de Pinot Noir (40%), Pinot Meunier (35%) e Chardonnay (25%)! 

Apothic White 2020

Queridinho dos americanos, o Apothic White traz o estilo descomplicado e moderno dos vinhos californianos. Com breve passagem por barricas de carvalho, seu destaque vai para o visual amarelo-claro e para o sabor frutado com acidez presente e refrescante.

Conheça todas as vantagens de ser sócio Wine, confira esses e outros produtos e, ainda,  garanta R$20 de volta na primeira compra do seu App Wine. Baixe na sua loja de aplicativos favorita!

Escrito por: Wine