Abrir Menu Fechar Menu Abrir Campo de Pesquisa Fechar Search
Curiosidades

Tudo o que você precisa saber sobre a cor do vinho

08 fevereiro 2022
  • 1219 visualizações
  • 0 comentários

Como o vinho ganha cor? Quais características são indicadas pela coloração dos vinhos? Leia mais e tire todas as dúvidas sobre as cores da nossa bebida favorita!

Antes mesmo de levarmos a taça de vinho à boca, nos dedicamos a notar cada detalhe e cada sensação que ele nos traz. 

A cor nos chama a atenção antes de qualquer outra característica, e pode nos informar aspectos importantes dos vinhos, como a idade, o corpo, a viscosidade do líquido e até mesmo o tipo da uva com a qual a bebida foi elaborada.

Justamente por revelar informações sobre o vinho, a análise visual da coloração é um passo importante da degustação.

Nesta etapa, o apreciador deve ficar atento a questões como a cor básica do vinho, sua tonalidade, a transparência da bebida e sua fluidez pelo bojo da taça.

Dica de leitura: Criatividade e inovação: conheça os vinhos chilenos da linha Mosaiko

De modo geral, em relação à coloração, os vinhos podem ser divididos de acordo com as uvas utilizadas no preparo, ou de acordo com o processo de elaboração do vinho. 

  • Os vinhos tintos são produzidos com as uvas tintas, sem a retirada da casca (ou pele) durante o processo de preparo. A cor pode variar de vermelho intenso em tons de rubi a nuances de cereja, com variações de opacidade. 
  • Já os vinhos rosés podem ser provenientes de uma mistura entre vinho tinto e vinho branco, ou de um breve contato do mosto com as cascas de uvas tintas durante a fabricação. Eles podem ir dos tons rosados mais pálidos aos alaranjados, passando por tons translúcidos de cereja.
  • Os vinhos brancos são feitos com uvas brancas, preferencialmente, ou com uvas tintas, desde que tenham as cascas retiradas logo no início da fabricação.
  • Os demais tipos de vinhos, como espumantes, licorosos, frisantes podem ter coloração variada de acordo com o processo de vinificação e de acordo com a uva.

Mas como os vinhos ganham cor? 

É durante o processo de maceração, quando o líquido absorve todas as substâncias presentes na casca da uva, que o vinho começa a adquirir cor. 

Na casca das uvas se encontram os polifenóis, componentes químicos que tem propriedades antioxidantes e que também agregam cor à bebida.

Durante a fabricação, quanto mais tempo as cascas ficarem em contato com o mosto a ser fermentado, mais intensa será a coloração final do vinho. 

A cor dos vinhos também pode sofrer influência do pH da bebida. Ou seja, quanto mais ácido, mais próximo o vinho estará da cor rubi. Conforme a acidez aumenta, o vinho tende a ganhar tons de violeta. 

Dica de leitura: Conheça as principais características da uva Malvasia

Mas, atenção! A cor do vinho também pode indicar sinais de mau armazenamento da bebida ou mesmo de exposição da garrafa a altas temperaturas. Caso seu vinho sofra com estes fatores, tende a tornar-se alaranjado com mais facilidade. 

Não podemos deixar de ressaltar também a importância da variedade das uvas na hora de conferir coloração ao vinho.

Existem algumas cepas que têm mais pigmento de cor do que outras, e isso interfere diretamente na cor da bebida, além de ajudar a desconstruir alguns equívocos, como a ideia de que os vinhos mais claros são de qualidade inferior. 

Outras curiosidades sobre a cor do vinho

  • Conforme o tempo passa, a tonalidade dos vinhos tende a evoluir. É um processo natural, esperado por conta da composição química que resulta na cor da bebida
  • As diferentes tonalidades podem nos indicar informações sobre as características da bebida, como a evolução do vinho ao longo do tempo, o tipo da uva utilizada para a produção daquele rótulo, e o método de elaboração
  • Além disso, a tonalidade dos vinhos também pode revelar o grau de maturidade da uva no momento da colheita, e muito mais

Vinhos disponíveis nas lojas Wine

Abaixo, confira sugestões de diferentes rótulos de vinhos, selecionados cuidadosamente por nossos winehunters nas melhores vinícolas do mundo!

São opções de vinhos tintos, brancos e rosés, com tonalidades variadas para treinar sua análise visual. 

Tintos

Parlanchin D.O.Ca Rioja 2020: um vinho descomplicado, cheio de sabor e qualidade, elaborado a partir da junção entre as uvas Tempranillo e Garnacha, ambas cultivadas na região da Rioja, na Espanha. Na taça, revela uma coloração rubi com toques violáceos.

Señorío de Aldaz D.O. Navarra Roble 2018: direto de Navarra, no Norte da Espanha, um tinto saboroso com passagem por barricas de carvalho. Demonstra, na taça, tons de rubi com reflexos granada

1922 Syrah Malbec 2020: este exemplar argentino une duas grandes uvas, resultando em uma bebida com grande expressão aromática e paladar macio. Na taça, apresenta cor púrpura.

Terras de Estremoz Special Selection Regional Alentejano Tinto 2020: feito a partir de um blend das uvas Alicante Bouschet, Trincadeira e Aragonez, esse exemplar apresenta uma experiência vibrante com uma passagem de 9 meses em barricas de carvalho americano que garantem um sabor irresistível. Em taça, percebe-se um rubi intenso.

Brancos

Domaine de LOstal Albe I.G.P. Pays dOc Blanc 2018: um vinho fresco da região do Languedoc-Roussillon, no Sul da França, que traz a sofisticação e a elegância na garrafa. Apresenta coloração amarelo pálido.

Ouça também: Wineverso Podcastepisódio #74 – Vinhos mais caros são melhores?

Roureda D.O. Tarragona Macabeo 2018: elaborado com a uva Macabeo, sob práticas orgânicas e com colheita manual das frutas. Um vinho fresco e leve, de coloração amarelo-claro, com reflexos esverdeados

The Wine System Viuranus D.O. Navarra 2019: Viura e Chardonnay dão vida a este vinho frutado e fresco, macio e equilibrado no paladar. Na taça, apresenta coloração amarelo brilhante.

San Cetteo Traviata: produzido a partir da casta nativa italiana Trebbiano, esse exemplar apresenta aromas delicados, frescor e um visual amarelo-claro em taça.

Rosés

Marques de Casa Concha Rosé 2020: elegante e pomposo, elaborado com uvas oriundas de vinhedos cultivados há mais de 60 anos no Valle del Itata, no Sul do Chile. Leve e refrescante no paladar, tem coloração damasco pálido.

Arrogant Frog I.G.P. Pays dOc Rosé 2020: produzido por meio do método de sangria, este rosé mantém a máxima expressão da uva. Uma ótima pedida para os dias quentes de verão, tem cor rosa brilhante.

Vik A Rosé 2021: vinho holístico chileno, produzido a partir do blend entre as uvas Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Syrah, variedades cultivadas no Valle de Millahue. Frutado e com final seco na boca, tem na taça tons de rosa claro, e aromas de frutas vermelhas maduras.

Etéreo Tempranillo Rosé 2020: fresco e frutado, esse rótulo espanhol é elaborado a partir da casta tempranillo que gera um vinho delicado e com aromas marcantes. Em taça, apresenta a coloração rosa claro.

Agora que já sabe todos os detalhes sobre a cor dos vinhos, que tal conferir as promoções exclusivas da Wine? Escolha seu rótulo favorito e receba a compra no conforto de casa, sem preocupação!

Escrito por: Wine