Abrir Menu Fechar Menu Abrir Campo de Pesquisa Fechar Search
Vinhos

Tradição e inovação: conheça os vinhos Apothic, produzidos na Califórnia

20 janeiro 2022
  • 615 visualizações
  • 0 comentários

Parte do portfólio da Gallo Winery, o maior grupo vitivinícola do mundo, os rótulos Apothic expressam as características mais marcantes das uvas californianas em blends que surpreendem o paladar. Confira!

Vinhos que expressam o estilo e a tipicidade do terroir californiano, com autenticidade das castas impressa em cada rótulo, uma experiência única. É assim que podemos definir, de maneira mais resumida, a proposta dos vinhos da linha Apothic, lançada pelo gigante grupo Gallo Winery.

A autenticidade dos vinhos Apothic tem força e expressividade também em seu nome que conta história. O nome da vinícola foi inspirado nas tradicionais adegas subterrâneas do passado, as “apothecas”, onde viticultores armazenavam e misturavam seus vinhos de forma mais primitiva, há mais de 800 anos. Um trabalho árduo e apoteótico!

Dica de leitura: Conheça as principais características da uva Malvasia

Comandada atualmente pela enóloga Debbie Juergenson, a vinícola se destaca pela modernidade e pela tradição na Califórnia, a maior região produtora de uvas e de vinhos dos Estados Unidos. 

Debbie cresceu em meio aos vinhedos norte-americanos, e acostumou-se desde muito cedo a observar a topografia diversa da região. Seu interesse incansável pelo universo dos vinhos fez com que ela se dedicasse a misturas e experimentações consideradas ousadas para o ambiente conservador, mas Debbie atingiu seus objetivos com os vinhos Apothic e ganhou respeito em todo o mercado. Afinal, comandar o maior grupo de vinhos do mundo não é tarefa fácil. 

Garrafa de Apothic White

Califórnia: potência na produção de vinhos

A Califórnia é o primeiro lugar que nos vem à cabeça quando pensamos em vinhos norte-americanos. E não é à toa: 90% dos rótulos dos Estados Unidos são feitos na localidade, conhecida pela diversidade de terroirs, pela excelência das uvas e por premiações variadas. 

Veja algumas informações sobre a produção de vinhos na Califórnia, berço dos vinhos Apothic

1. Pequenos vales de vinhedos

Em todo o território californiano há uma série de pequenos vales, cada um com sua particularidade. Este fenômeno geográfico faz com que a Califórnia tenha muitos terroirs variados, todos ideais para o desenvolvimento de vinhos de alta qualidade.

2. É um dos destinos mais buscados nos EUA

Além da produção de vinhos, a região também investe forte no enoturismo, e recebe visitantes de todos os cantos do mundo ao longo do ano. 

3. Há mais de 100 variedades de uvas

A diversidade de terroirs ao longo da extensão da Califórnia faz com que o local seja propício para o cultivo das mais diversas variedades de uvas.

Entre as brancas, o destaque vai para Chardonnay, Pinot Gris e Sauvignon Blanc. Cabernet Sauvignon, Pinot Noir, Merlot e Syrah estão entre as principais tintas.

4. No total, há mais 4 mil vinícolas no estado

As vinícolas californianas estão espalhadas por mais de 100 regiões vitivinícolas. Entre as áreas mais conhecidas pelos apreciadores de vinhos estão o Napa Valley, Sonoma, Monterrey, Santa Barbara e Santa Cruz. Cada região com sua especificidade.

5. Os rótulos Apothic têm a versatilidade californiana

Com blends variados que dão vida a vinhos brancos, rosés, tintos e a espumantes, a linha Apothic demonstra toda a versatilidade típica da Califórnia.

A prova disso é a variedade possível de combinações e harmonizações com os vinhos da marca, capazes de acompanhar carnes vermelhas, pratos da gastronomia japonesa, frutos do mar e muito mais. 

Garrafa de Apothic Rosé

Rótulos Apothic disponíveis na Wine

Confira abaixo alguns dos melhores rótulos que integram a linha Apothic. São alternativas de vinhos para atender a todos os tipos de paladar, incluindo rosé, vinhos tintos e branco.

Os exemplares foram cuidadosamente selecionados pelos winehunters que compõem a equipe da Wine. Escolha já seu preferido e tim-tim!

Apothic Rosé 2019

Um rosé marcante, que agrada com facilidade por conta do toque frutado presente tanto no olfato quanto no paladar.

É uma boa pedida para ser apreciado sozinho, em um happy hour, mas também vai bem quando servido em um almoço de família, com pratos mais bem elaborados. 

O blend une as uvas Grenache, Carignan, Tempranillo, e Sangiovese em um exemplar com potencial de guarda de até três anos. 

É leve na boca, com traços de doçura e refrescância notável. Versátil, combina  com vários pratos. 

As dicas para harmonizar vão desde petiscos como espetinho de camarão frito a pratos principais como espaguete ao molho rosé com champignon.

Filé de frango grelhado com legumes também é uma opção certeira. 

Apothic Crush 2017

O maior destaque deste exemplar é a parcela de Pinot Noir, que agrega à bebida aromas de chocolate e de baunilha, com uma delicadeza típica da variedade. 

Amadurecido por até seis meses em barricas de carvalho, é um vinho intenso, com potencial de guarda de até cinco anos. 

Os aromas que chamam mais atenção no olfato são de frutas maduras, além de baunilha e especiarias. Na boca, é frutado, com médio corpo e taninos presentes. 

De boa acidez e doçura discreta, é um bom vinho para servir com costelinha suína, com filé à parmegiana, com churrasco, pratos mexicanos, frango ao molho teriyaki ou até mesmo risoto de pepperoni com queijo. 

Apothic White 2020

A combinação entre as variedades Pinot Grigio, Chardonnay e Riesling resulta em um vinho envolvente no paladar, com notas florais, e textura e corpo de destaque. 

Como um bom vinho californiano, é descomplicado e moderno, harmonioso no olfato e na boca. 

Dica de leitura: Uva Mourvèdre: descubra suas particularidades e vinhos imperdíveis

Com breve passagem por barricas de carvalho, tem potencial de guarda de até quatro anos. Os aromas remetem a frutas cítricas amarelas como pêssego e damasco. 

No paladar, é redondo, frutado, com acidez presente e refrescante, doçura discreta, final longo e agradável. 

Pode compor um menu com pratos de acidez marcada ou com frituras, porque a acidez do vinho ajuda a limpar a gordura da boca.

Experimente-o com tomates recheados, porções de frango frito ou risoto de limão siciliano com cogumelos. 

Apothic Red 2018

Um blend entre as uvas Zinfandel, Syrah, Cabernet Sauvignon e Merlot, amadurecido de três a seis meses em barris de carvalho e com potencial de guarda de até cinco anos. 

Com notas olfativas de frutas maduras, baunilha e chocolate, este tinto tem paladar leve para médio, com acidez agradável, taninos macios e doçura média. 

A temperatura ideal para o vinho ir à taça é 15 °C. Vai bem com pratos como costela bovina assada com especiarias, stinco suíno ao molho de vinho tinto, risoto de tomate seco com alho poró, kafta de cordeiro com geleia de hortelã, e queijos semiduros.

Agora que já sabe todos os detalhes sobre os vinhos Apothic, que tal conferir um pouco mais sobre os rótulos californianos no Wineverso Podcast? Escolha seu vinho preferido, dê play e saúde!

Escrito por: Wine